Jornal do Commercio
TRAGÉDIA EM MARIANA

Samarco protocola Plano de Recuperação de Áreas Degradadas de Fundão

Ainda há 3 milhões de metros cúbicos de rejeitos remanescentes em Fundão que precisam ser estabilizados definitivamente

Publicado em 12/01/2017, às 18h10

A Samarco é uma das empresas envolvidas no rompimento de uma barragem de rejeitos em Mariana / Foto: Antonio Cruz Agência Brasil
A Samarco é uma das empresas envolvidas no rompimento de uma barragem de rejeitos em Mariana
Foto: Antonio Cruz Agência Brasil
Estadão

A Samarco protocolou na Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) o Plano de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD) de Fundão, em Mariana (MG). De acordo com a companhia, o documento apresentado propõe diretrizes baseadas em estudos geotécnicos para recuperação ambiental do local, incluindo a estabilização definitiva das encostas, das estruturas e dos rejeitos remanescentes, além de contemplar a revegetação da área.

"A proposta apresentada pela Samarco no PRAD consiste na utilização de material arenoso estabilizando a área e criando uma superfície regular e segura, que permitirá o acesso para as ações de revegetação", destaca a Samarco em nota. As ações previstas no plano só serão iniciadas após análise e aprovação da Semad.





Ainda segundo a Samarco, todas as estruturas existentes no Complexo de Germano da Samarco estão estáveis, mas há 3 milhões de metros cúbicos de rejeitos remanescentes em Fundão que precisam ser estabilizados definitivamente. "Nesse contexto, o preenchimento com material arenoso e posterior revegetação foi considerado pela Samarco a forma mais eficiente para viabilizar a recuperação ambiental da área", de acordo com a companhia.

A mineradora diz ainda que conforme o plano apresentado o material arenoso será contido dentro de Fundão pelo dique Eixo 1, que será construído com metodologia adequada, como solo compactado. "A estrutura não utilizará a mesma tecnologia de construção da antiga barragem de Fundão, de alteamento a montante com uso de rejeitos", frisa a Samarco.

A empresa destaca ainda que a solução apresentada no plano "não caracteriza a utilização de Fundão como barragem" e que está apresentando soluções alternativas para disposição de rejeitos dentro dos processos de licenciamento da Cava de Alegria Sul e do licenciamento operacional corretivo (LOC) do Complexo de Germano.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM