Jornal do Commercio
Incêndio

Incêndio atinge centro de distribuição dos Correios no Rio

Segundo o Corpo de Bombeiros, o fogo começou antes das 2h de hoje (2) e, neste momento, homens de três quartéis fazem o trabalho de rescaldo no local

Publicado em 02/02/2018, às 07h30

Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, não há informações sobre vítimas até o momento / Foto: Reprodução
Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, não há informações sobre vítimas até o momento
Foto: Reprodução
Agência Brasil

O incêndio que atingiu na madrugada desta sexta-feira (2) o Centro de Entrega de Encomendas (CEE) de Jacarepaguá dos Correios destruiu cerca de 9 mil encomendas e pelo menos 6 veículos de entrega, além do prédio. Segundo a empresa, ninguém ficou ferido. A unidade de distribuição atendia os bairros de Jacarepaguá, Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste do Rio de Janeiro. A estatal aguarda as investigações para saber as causas do incêndio.

Em nota enviada para a imprensa, os Correios informam que os remetentes das encomendas perdidas serão indenizados. “Dentro de um prazo de 5 dias úteis, os Correios lançarão a informação 'Extraviado' no sistema de rastreamento do site da empresa para as encomendas que foram destruídas pelo fogo. Após verificarem essa informação na internet, os clientes deverão registrar uma reclamação por meio dos canais de atendimento dos Correios para serem indenizados”, diz a nota.

Segundo a estatal, a legislação postal mundial determina que a indenização cabe sempre ao remetente da encomenda. A orientação para clientes que aguardavam a entrega de compras feitas por meio eletrônico é entrar em contato com a loja ou fornecedor para solicitar o envio de um novo produto.

Os Correios informam que nem todas as encomendas que já constavam no sistema de rastreamento como “Encaminhadas para o CEE Jacarepaguá” haviam chegado à unidade. “Parte delas está pronta para expedição no Centro de Tratamento de Encomendas de Benfica, mas ainda não foi transportada até o local”.



Com isso, a orientação para os clientes é aguardar o lançamento da informação de “Extraviado” no sistema de rastreamento para confirmar a perda da encomenda no incêndio.

De acordo com a empresa, será feito um esforço para manter a entrega das encomendas na região. “Os empregados do CEE Jacarepaguá estão sendo remanejados para os Centros de Distribuição Domiciliária mais próximos. Essas unidades irão entregar parte das encomendas que seriam direcionadas ao CEE Jacarepaguá”.

A estatal informa que a distribuição de correspondências não será afetada, já que a unidade fazia exclusivamente entrega de encomendas. Também serão avaliadas outras medidas ao longo do dia para atender a dem anda de entregas de encomendas da região.

Bombeiros

Os bombeiros confirmaram que não há feridos e que foram destruídos seis veículos no incêndio, que começou por volta de 2h de hoje. Foram mobilizados bombeiros dos quartéis de Jacarepaguá, da Barra da Tijuca  e  de Campinho. As chamas já foram controladas e está sendo feito o trabalho de rescaldo no local.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM