Jornal do Commercio
RIO DE JANEIRO

Menino de 4 anos é baleado em São Gonçalo

Policia Militar negou operação em comunidade que o menino reside na hora que ele foi atingido

Publicado em 08/02/2018, às 09h10

O menino foi socorrido e levado ao Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo / Foto: Divulgação/Governo do Rio de Janeiro
O menino foi socorrido e levado ao Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo
Foto: Divulgação/Governo do Rio de Janeiro
ABr

Um menino de 4 anos foi baleado na noite de ontem (7), na comunidade da Linha, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro. A criança estava com o pai na rua, quando foi atingida. O menino foi socorrido e levado ao Hospital Estadual Alberto Torres, no mesmo município.

A Polícia Militar negou que tivesse feito uma operação policial naquela comunidade na hora em que o menino foi atingido.

Pequenas vítimas

Há dois dias, duas crianças morreram vítimas de tiro no Rio de Janeiro. A menina Emily Sofia Neves, de 3 anos, foi atingida durante uma tentativa de assalto na madrugada de terça-feira (7) em Anchieta, na zona norte da cidade.



Já o menino Jeremias Moraes da Silva, de 13 anos, foi morto durante uma operação policial no conjunto de favelas da Maré, também na zona norte da cidade.



Comentários

Por Andrea,08/02/2018

Não duvido que sejam os próprios traficantes que cometam essa barbaridade - atirar nos inocentes- para culpar a polícia e desestabilizar a população. Engraçado...não vejo os direitos "dos manos" se pronunciar....Kd a ministra Carmen Lúcia ? Porque não faz uma visita nas favelas ao invés de visitar os presídios ?



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM