Jornal do Commercio
Governo federal

Temer pede abertura de R$ 2 bi para Educação, Saúde e Desenvolvimento Social

Juntos, recursos aos ministérios somam R$ 2 bilhões. Decisão de Temer está publicada no Diário Oficial da União

Publicado em 14/02/2018, às 10h37

Michel Temer, presidente da República / Foto: ABr
Michel Temer, presidente da República
Foto: ABr
Estadão Conteúdo

O presidente da República, Michel Temer, encaminhou ao Congresso Nacional projeto de lei que "abre aos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social da União, em favor dos ministérios da Educação, da Saúde e do Desenvolvimento Social, crédito especial no valor de R$ 2.000.000.000,00". A mensagem de envio do texto está publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Segundo o governo, a mensagem presidencial viabiliza a liberação dos recursos já previstos na Medida Provisória 815, de 27 de dezembro de 2017.



MP

Essa MP autoriza o repasse de apoio financeiro aos municípios no valor de R$ 2 bilhões, para aplicação preferencialmente em saúde e educação.

Os valores de cada ente serão fixados pelos mesmos critérios de transferências do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).


Palavras-chave


Comentários

Por LYRA,14/02/2018

Esse VAMPIRO CHEFE DE QUADRILHA, quer de todas as maneiras se fazer de bonzinho perante o idiota povo brasileiro mas, não todos acreditam no meliante e, sabemos que com os comparsas que ele colocou em cargos de ministros a coisa é feia e, acho que por isso que ele diz "PARA PREFERENCIALMENTE EM EDUCAÇÃO E SAÚDE" pois, sabe que Mendonça vai meter as mãos sujas mesmo sem pena nesse dinheiro.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM