Jornal do Commercio
TRAGÉDIA

IML identifica segunda vítima do desabamento de prédio em São Paulo

Fragmentos do corpo da vítima estavam entre os restos mortais encontrados no Corpo de Bombeiros

Publicado em 11/05/2018, às 18h13

Francisco Lemos Dantas foi identificado como a segunda vítima do desabamento do Edifício Wilton Paes de Almeida / Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Francisco Lemos Dantas foi identificado como a segunda vítima do desabamento do Edifício Wilton Paes de Almeida
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Agência Brasil

Os núcleos de Antropologia do Instituto Médico Legal e de Biologia e Bioquímica do Instituto de Criminalística de São Paulo identificaram hoje (11) Francisco Lemos Dantas como a segunda vítima do desabamento do Edifício Wilton Paes de Almeida, após o incêndio ocorrido na madrugada do último dia 1º.

Fragmentos do corpo de Francisco Dantas estavam entre os restos mortais encontrados pelo Corpo de Bombeiros na última quarta-feira (9). Além dele, já foi reconhecido Ricardo Oliveira Galvão Pinheiro. No momento, seis pessoas ainda são consideradas desaparecidas.

Francisco Lemos Dantas teve o nome incluído pelos bombeiros na lista dos desaparecidos na última terça-feira (8) e passou a ser considerado possível vítima do desabamento do edifício. Dantas, 56 anos, era morador do 8º andar e estava sendo procurado por parentes.



De acordo com o tenente dos Bombeiros, Guilherme Derrite, novos fragmentos ósseos foram encontrados hoje. Segundo ele, aparentemente, são de um fêmur de uma pessoa adulta. No entanto, apenas a análise do IML e do IC pode confirmar a identidade da vítima.

O militar avaliou ainda que a possibilidade se encontrar sobreviventes é remota. “Nós sabemos que o cenário se encontra bem complicado para, hoje, depois de 11 dias de trabalhos intensos, nós localizarmos uma vítima com vida. Essa possibilidade é muito reduzida, haja vista a compactação dos escombros”, destacou o tenente.

Segundo os bombeiros, as buscas já chegaram ao segundo subsolo do prédio, o piso mais profundo e onde podem ser encontradas vítimas. “Já chegamos a uma parte que correspondia ao segundo subsolo, mas não ainda na totalidade. Só vamos parar as buscas por vítimas quando atingirmos o chão do segundo subsolo. Nós não chegamos a esse ponto”, disse.

Os bombeiros estimam que as buscas por vítimas deverão ser encerradas no domingo (13) ou na segunda-feira (14).





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM