Jornal do Commercio
EDUCAÇÃO

MEC prevê concluir nova política de educação especial até agosto

A política, alterada pela última vez em 2018, deve ser adequada, principalmente à inclusão de estudantes com deficiências em escolas regulares

Publicado em 12/07/2018, às 12h55

A mudança tem mobilizado entidades preocupadas com as alterações que podem ser feitas  / Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
A mudança tem mobilizado entidades preocupadas com as alterações que podem ser feitas
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
Estadão Conteúdo

O Ministério da Educação (MEC) está discutindo uma revisão da Política Nacional de Educação Especial e prevê concluir o novo plano até o próximo mês. Essa mudança tem mobilizado entidades, preocupadas com as mudanças que podem ser feitas, como eventual redução da ênfase da inclusão de estudantes com deficiência nas escolas regulares.

O MEC, em nota, disse que é necessário atualizar a política, alterada pela última vez em 2008, para adequá-la às "novas legislações e terminologias decorrentes dos últimos dez anos". Para a revisão, foram contratadas consultorias especializadas, que por dois anos percorreram todas as regiões do País para identificar as demandas. A pasta não informou quais são as novas diretrizes que podem vir a ser adotadas.



Entre os pontos identificados, está o baixo porcentual de crianças matriculadas no Atendimento Educacional Especializado (AEE) - só 37,6% das que têm deficiência. Para especialistas, no entanto, nem todo aluno com necessidade educativa especial precisa, necessariamente, do AEE e não deve haver um sistema paralelo ao regular. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM