Jornal do Commercio
DEPOIMENTO

Segurança do Carrefour confessa que agrediu cão e se diz arrependido

O segurança vai responder em liberdade por maus-tratos, com pena de 3 meses a 1 ano de detenção e multa

Publicado em 07/12/2018, às 03h20

O animal foi agredido a pauladas  e acabou morrendo / Foto: Reprodução/Facebook
O animal foi agredido a pauladas e acabou morrendo
Foto: Reprodução/Facebook
JC Online
Com informações do Estado de S. Paulo

O segurança suspeito de ter envenenado, agredido e causado a morte de uma cachorrinho, em uma loja do Carrefour, na cidade de Osasco, Grande São Paulo, confessou ter golpeado o animal e se disse arrependido, em depoimento prestado na última quarta-feira (5), na Delegacia do Meio Ambiente local. As informações são do Estado de S. Paulo.

Acompanhado de um advogado, o homem confessou ter golpeado o animal com uma barra metálica, mas só se deu conta de que a havia ferido após ver o sangue no chão. O segurança disse que ligou para o Centro de Zoonoses local.

O segurança foi indiciado, mas vai responder em liberdade por maus-tratos, com pena de 3 meses a 1 ano de detenção e multa. O crime é considerado de baixo potencial ofensivo.

Carrefour

Em nota à imprensa, o Carrefour informou que reconhece o "grave problema" ocorrido na loja de Osasco e que "não vai se eximir de sua responsabilidade".



Um supervisor da loja disse que a ação do segurança aconteceu porque um cliente havia reclamado da presença do cachorro e que o animal estava a mais de uma semana no local sendo alimentado por alguns funcionários na parte externa da loja.

Ainda segundo o supervisor, o Centro de Zoonoses de Osasco já tinha sido acionado para retirar o cachorro, o que só aconteceu depois da agressão. O segurança foi desligado do quadro de funcionários.

Legislação

O artigo 32 da Lei de Crimes ambientais, diz que praticar abusos, maus-tratos, ferir ou mutilar animais pode resultar em pena de três meses a um ano de prisão, além de multa, que pode ser aumentada em até um terço por causa da morte do animal.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM