Jornal do Commercio
INSEGURANÇA

Mais de 20 detentos fogem de cadeia pública no Ceará

A Cadeia Pública de Pacoti, município distante 93,5 km de Fortaleza, onde houve fuga, é dominada por facção criminosa

Publicado em 07/01/2019, às 15h54

Não há informações se a fuga está relacionada com a onda de ataques no Estado, que acontece desde a quarta-feira (2) / Foto: Alex Gomes/O Povo
Não há informações se a fuga está relacionada com a onda de ataques no Estado, que acontece desde a quarta-feira (2)
Foto: Alex Gomes/O Povo
JC Online
Com informações do Jornal O Povo para a Rede Nordeste

No sexto dia de ataques a ônibus e prédios no Ceará, 23 presos fugiram da Cadeia Pública de Pacoti, município distante 93,5 km de Fortaleza. De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), a fuga aconteceu nesta manhã (7), durante o banho de sol dos internos.

Em nota, a pasta informou que os presos pularam o muro da cadeia, tendo acesso à área externa. Os procedimentos de busca foram iniciados na região, mas não há informação de internos capturados até a publicação desta matéria.



Onda de violência

O Ministério da Justiça e Segurança Pública já contabiliza 143 ataques criminosos no Ceará, em balanço de operações da Força Nacional. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), subiu para 148 o número de pessoas detidas por ataques no Estado.

Não há informações, no entanto, que a fuga esteja relacionada com a onda de ataques no Estado. A cadeia de Pacoti é dominada por facção criminosa.


Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM