Jornal do Commercio
ORÇAMENTO APERTADO

Consulado dos EUA no Recife opera de forma limitada

Além de Recife, estão sendo afetados a embaixada em Brasília, os consulados do Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, e o escritório diplomático em Belo Horizonte

Publicado em 09/01/2019, às 17h23

A limitação dos serviços está sendo causada pelo “lapso no orçamento
A limitação dos serviços está sendo causada pelo “lapso no orçamento" do governo dos Estados Unidos para alguns órgãos
Foto: Reprodução/Google Street View
ABr

O consulado dos Estados Unidos no Brasil informou nesta quarta-feira (9) que está operando de forma limitada. No entanto, os serviços às pessoas solicitantes de vistos de não imigrante, de imigrante, e aos cidadãos norte-americanos estão funcionando sem alterações.

Segundo o consulado, a limitação dos serviços está sendo causada pelo “lapso no orçamento" do governo dos Estados Unidos para alguns órgãos. De acordo com o informe, além do Recife, estão sendo afetados a embaixada em Brasília, os consulados do Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, e o escritório diplomático em Belo Horizonte.



Serviços continuam sendo oferecidos

“A embaixada e os consulados, no entanto, continuarão a fornecer serviços aos cidadãos norte-americanos e aos solicitantes de visto de imigrante e não imigrante. Anunciaremos no nosso site e redes sociais qualquer mudança em relação aos nossos serviços”, diz o informe.

O “lapso no orçamento” dos Estados Unidos foi causado devido ao impasse entre o governo de Donald Trump e Congresso norte-americano. O país passa por uma paralisia orçamentária desde 22 de dezembro após a Câmara não aprovar recursos para Trump construir um muro na fronteira dos EUA com o México, o que resulta em uma paralisação parcial de agências da administração federal.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM