Jornal do Commercio
REPERCUSSÃO

Após morte de Boechat, termo “Cancela 2019” vira segundo mais comentado no Twitter

Usuários da rede social lamentaram as várias tragédias ocorridas no Brasil em menos de dois meses do ano

Publicado em 11/02/2019, às 16h41

Usuários do Twitter lamentaram várias tragédias ocorridas no ano após a morte de Ricardo Boechat / Foto: Reprodução/Facebook
Usuários do Twitter lamentaram várias tragédias ocorridas no ano após a morte de Ricardo Boechat
Foto: Reprodução/Facebook
JC Online

Atrás apenas do jornalista Ricardo Boechat, a hashtag “Cancela 2019”, no momento desta publicação, era a segunda mais comentada no Twitter brasileiro nesta segunda-feira (11). Os usuários da rede social lamentaram as tragédias ocorridas no ano, como o rompimento da barragem de Brumadinho, as vítimas de um temporal no Rio de Janeiro e o incêndio no CT do Flamengo.

Houve quem culpasse o presidente Jair Bolsonaro pela frequência de tragédias de grandes repercussão no Brasil. O próprio chefe da Nação se encontra internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, se recuperando de uma cirurgia para retirada de uma bolsa de colostomia, colocada após uma facada recebida por ele ainda na campanha eleitoral.

 Para outros, as tragédias ocorridas no ano já foram previstas. 

Tragédias em outros anos

Boechat, de 66 anos, deixou seis filhos. Assinava uma coluna publicada todas as sextas-feiras, na revista IstoÉ.  Era âncora do Jornal da Band e tinha um programa diário da BandNews FM. Em sua última participação no rádio, falou de várias tragédias ocorridas no Brasil que ficaram sem punição. Internautas também lembraram de outras tragédias que aconteceram em anos anteriores a 2019.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM