Jornal do Commercio
Notícia
FORTALEZA

Última vítima do desabamento em Fortaleza é encontrada

O último corpo foi da síndica Maria das Graças Rodrigues foi encontrado neste sábado

Publicado em 19/10/2019, às 17h57

O edifício Andréa desabou na última terça-feira (15) / Foto: JÚLIO CAESAR/O Povo
O edifício Andréa desabou na última terça-feira (15)
Foto: JÚLIO CAESAR/O Povo
Do O Povo para a Rede Nordeste

O corpo da síndica Maria das Graças Rodrigues, 53, foi encontrado em meio aos escombros do Edifício Andréa, em Fortaleza. Ela era a última vítima desaparecida após o desabamento do prédio, que ocorreu na terça-feira, 15. Ao todo, nove pessoas morreram como colapso da estrutura. Na manhã deste sábado, 19, os bombeiros já haviam retirado do local da tragédia o corpo de Eriverton Laurentino Araújo, 44, ele era cuidador de outra vítima, o aposentado Vicente de Paula de Menezes, 86.

O último registro de Maria das Graças com vida foi feito minutos antes do desabamento pelas câmeras de segurança do prédio. Ela estava nas imagens que mostrava pedreiros quebrando uma das colunas de sustentação poucos minutos antes do colapso.

Quem são as vítimas do Edifício Andréa

Além deles três, morreram Nayara Pinho Silveira, de 31 anos; Antônio Gildasio Holanda, de 60 anos; Frederick Santana dos Santos, de 30 anos; Izaura Marques Menezes, de 81 anos; Maria da Penha Bezerril Cavalcante, de 81 anos e Roseane Marques de Menezes, de 56 anos.

Maria das Graças Rodrigues

Foi a nona vítima localizada. Removida dos escombros na tarde deste sábado, 19. Ela era a síndica do prédio.

Eriverton Laurentino Araújo

Eriverton, 44, foi a oitava vítima localizada. Seu corpo foi removido dos escombros na manhã desse sábado, 19. Ele era o cuidador que acompanhava Vicente de Paulo.

Vicente de Paula de Menezes

O idoso de 86 anos foi a sétima vítima identificada. O corpo dele foi retirado dos destroços do edifício na noite de sexta-feira, 18.

Rosane Marques de Menezes

O corpo de Rosane, 56, foi encontrado na noite desta quinta-feira, 17, sendo o sexto óbito confirmado.

Nayara Pinho Silveira

Nayara foi a quinta vítima identificada. O corpo foi retirado dos escombros na tarde desta quinta-feira, 17. Ela havia perdido a mãe recentemente e residia há pouco tempo no prédio. Assim como Nayara, o pai Antônio Gildasio, de 60 anos, também foi morto, sendo a quarta vítima identificada.

Antônio Gildasio Holanda Silveira

Gildasio era pai de Nayara e a identificação só possível por meio da necropapiloscopia. Ele morava no apartamento 301 junto com a filha. O corpo foi retirado dos escombros na manhã desta quinta-feira, 17.



Izaura Marques

A idosa de 81 anos era professora aposentada e foi a terceira vítima identificada. Moradora do apartamento 501, residia com o marido no prédio. De acordo com uma amiga, ela era carioca. Izaura participava de um clube de leitura para a terceira idade.

Maria da Penha Bezerril Cavalcante

Maria da Penha foi o segundo corpo encontrado pelos bombeiros, mas seguia sem identificação até a noite desta quinta-feira, 17. Ela foi encontrada com auxilio de cães farejadores.

Frederick Santana dos Santos

Fred foi a primeira vítima identificada. O corpo foi retirado na noite de terça-feira, por volta Das 23h30min. O homem de 30 anos trabalhava como entregador de água. Quando o edifício desabou ele estava com mais dois colegas, que conseguiram sobreviver. Ao O POVO Online, amigos de Fred contaram que o rapaz juntava dinheiro para dar à filha uma festa de aniversário. 

Confira a lista de sobreviventes

Ao todo, sete vítimas foram resgatadas com vida. São elas:

Cleide Maria da Cruz Carvalho, 60 anos; Gilson Moreira Gomes, 53 anos; Francisco Rodrigues Alves, 59 anos; Maria Antônia Peixoto, 72 anos; Fernando Marques, 20 anos; Davi Sampaio, 22 anos; e João Ícaro Coelho de Meneses, de 35 anos.Apesar de não haver confirmação oficial, O POVO Online recebeu a informação de mais um rapaz identificado apenas como Yuri.

O prefeito

Na manhã deste sábado, o prefeito da cidade, Roberto Cláudio, acompanhado de sua equipe, visitou o local. Ele cumprimentou os oficiais da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros. Junto aos agentes, ele seguiu para área próxima aos escombros do prédio. O desabamento do Edifício Andréa ocorreu na manhã da última terça-feira, 15

Um dos desaparecidos, Francisco Erivelton dos Santos, foi removido da lista. O sumiço dele havia sido reportado pelo irmão, que afirmou que, no dia do acidente, ele estava no edifício realizando manutenção de um ar-condicionado. Contudo, na sexta-feira, 18, foi descoberto que o rapaz nem mesmo esteve no local e sequer trabalha como técnico em ar-condicionado.

No mesmo dia, foi divulgado um vídeo de uma das câmeras de segurança do prédio que mostrava pedreiros quebrando uma das colunas de sustentação poucos minutos antes do colapso.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM