Jornal do Commercio
Notícia
TECNOLOGIA

Governo japonês apresenta no Brasil sistema de alerta de desastre

Alarme é disparado nas televisões usando sinal de TV digital

Publicado em 06/12/2019, às 21h43

A apresentação foi feita pelo diretor de sistemas de engenharia da NHK, Yasuji Sakaguchi / Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
A apresentação foi feita pelo diretor de sistemas de engenharia da NHK, Yasuji Sakaguchi
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Agência Brasil

O governo japonês apresentou, na tarde desta sexta (06), um sistema de alerta para a população em casos de desastre. A apresentação foi feita pelo diretor de sistemas de engenharia da NHK, Yasuji Sakaguchi, no auditório da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). A NHK é a televisão pública do Japão. O sistema apresentado emite um alarme, que é disparado nas televisões, alertando as pessoas sobre algum desastre iminente ou já em curso.

“Este sistema trabalha com sistema de radiodifusão, que tem uma cobertura ampla e confiável. Então você pode mandar mensagens de emergência de maneira muito simples e eficiente. Mesmo no momento do desaste a informação pode ser entregue para as pessoas de forma segura e confiável”, disse Sakaguchi.

De acordo com Sakaguchi, o sistema utiliza o sinal de TV digital e pode ser instalado também em locais de grande concentração de pessoas, como no metrô ou em shoppings. O Japão, que sofre constantemente com terremotos de diferentes escalas, usou o sistema por muito tempo. Agora, utiliza um sistema mais avançado, de alerta por rede de telefonia celular.



“O sistema de radiodifusão não é mais tão popular no Japão, mas muitos países da América Latina usam o padrão japonês por televisão digital”, disse o diretor da estatal japonesa. Segundo ele, 14 países da América Latina usam o sistema de alerta em massa.

Sakaguchi fez a demonstração para o presidente da EBC, Luiz Carlos Pereira Gomes, e para diretores da empresa. Na próxima semana, a expectativa é mostrar o sistema para representantes do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. A ideia do governo japonês é oferecer o sistema para o Brasil.

Utilidade

O sistema pode ser usado em desastres como incêndios e alagamentos, mas também é eficiente para tragédias maiores, como acidentes em usinas nucleares e rompimento de barragens. “Nesses casos, como rompimento de barragem, como ocorreu em Brumadinho e Mariana, onde as pessoas precisam ser alarmadas, é possível usar a TV digital para disparar esse tipo de alarme”, disse Heitor de Castro, da Diretoria de Operações, Engenharia e Tecnologia da EBC.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM