Jornal do Commercio
HOMS

Jornalista russo morre em ataque do Estado Islâmico na Síria

''O jornalista foi atingido letalmente quando um disparo dos terroristas do EI atingiu uma posição do exército sírio'', afirmou a emissora RT

Publicado em 30/07/2017, às 13h15

O jornalista foi morto pelo EI na província de Homs, na Síria / Foto: AFP
O jornalista foi morto pelo EI na província de Homs, na Síria
Foto: AFP
AFP

Um jornalista do serviço árabe do canal de notícias RT (ex-Russia Today) morreu neste domingo (30) em um ataque do grupo extremista Estado Islâmico (EI) na província de Homs na Síria, informou a emissora pró-Kremlin.

"RT lamenta a perda de seu correspondente Khaled al-Jatib, que morreu neste domingo 30 de julho quando cobria a operação do exército sírio contra o grupo terrorista EI perto de Sukhna, na zona leste da província de Homs", informou a emissora em seu site.



A RT tem programação em russo, inglês, árabe, espanhol e francês.

"O jornalista foi atingido letalmente quando um disparo dos terroristas do EI atingiu uma posição do exército sírio", afirma o comunicado da emissora.

Reduto do Estado Islâmico

As forças sírias recuperaram na sexta-feira o controle da cidade de Al-Sukhna, o último reduto do EI na província central de Homs, segundo a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM