Jornal do Commercio
ESTADOS UNIDOS

Trump dá indulto a ex-xerife conhecido por perseguir migrantes

Donald Trump pediu ao secretário de Justiça, Jeff Sessions, que arquivasse o processo judicial contra o ex-xerife Joe Arpaio

Publicado em 27/08/2017, às 11h33

Importantes personalidades do Partido Republicano criticaram a postura de Trump / Foto: SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP
Importantes personalidades do Partido Republicano criticaram a postura de Trump
Foto: SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP
AFP

Donald Trump pediu ao secretário de Justiça, Jeff Sessions, que arquivasse o processo judicial contra o ex-xerife Joe Arpaio, conhecido por perseguir migrantes em situação ilegal que foi indultado pelo presidente republicano, informou o jornal The Washington Post.

Trump foi alertado que fechar o processo contra Arpaio, condenado por ignorar uma ordem judicial para deixar de prender imigrantes ilegais - a maioria de origem latina - poderia ser algo pouco apropriado, segundo o Post, que cita fontes cientes de conversas que o presidente manteve com Sessions.

O líder republicano decidiu deixar que o processo prosseguisse, mas que indultaria Arpaio caso necessário.

Importantes personalidades do Partido Republicano criticaram a postura de Trump, como o presidente da Câmara de Representantes, Paul Ryan, e os senadores pelo Arizona John McCain e Jeff Flake.

"Não compatilho desta decisão", explicou, em um comunicado, o porta-voz Ryan, Doung Andres.

A conversa de Trump e Sessions é mais uma evidência da incapacidade - ou falta de vontade - do magnata de manter distância entre a Casa Branca e o departamento de Justiça.



Em uma situação similar, houve a suposta tentativa de influenciar uma investigação federal sobre seu ex-conselheiro de Segurança Nacional, Michael Flynn, e, em outra, sua intenção de persuadir funcionários de alto nível para minimizar a possibilidade de complô entre sua equipe de campanha e a Rússia.

Ex-xerife Joe Arpaio

Joe Arpaio, de 85 anos, uma figura polêmica com reputação de ser "o xerife mais difícil dos Estados Unidos", obteve perdão presidencial, o primeiro desde que Trump assumiu o poder e que aparentemente não seguiu os protocolos regulares.

"Mantive o Arizona seguro!", tuitou o presidente, classificando como Arpaio como um "patriota".

Arpaio, que foi condenado no final de julho por ter violado o mandato de um juiz federal que proibiu sua patrulhas discriminatórias e devia ser sentenciado em outubro, evita assim a prisão depois do indulto presidencial.

Tanto Trump como Arpaio promoveram a teoria da conspiração de que o ex-presidente Barack Obama não havia nascido nos Estados Unidos e compartilham ideias a fim contra a imigração ilegal.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM