Jornal do Commercio
Síria

Bombardeios da coalizão na Síria mataram 84 civis em março

Dentre os mortos por ataques da coalizão na Síria estão 30 crianças

Publicado em 25/09/2017, às 08h39

Desde 2014, 624 civis morreram em bombardeios da coalizão / Foto: AFP
Desde 2014, 624 civis morreram em bombardeios da coalizão
Foto: AFP
AFP

Ao menos 84 civis morreram no mês de março em bombardeios aéreos da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos perto de Raqa, na Síria, incluindo 30 crianças, afirmou nesta segunda-feira a ONG Human Rights Watch (HRW).

De acordo com um relatório da organização, "os bombardeios da coalizão contra o Estado Islâmico na Síria provocam vítimas civis".

A ONG indica que dois ataques tiveram como alvo uma escola de Mansurah, na qual estavam refugiadas famílias deslocadas, assim como um mercado e uma padaria em Tabqa, ambas localidades situadas ao oeste de Raqa.



Segundo a HRW, que cita testemunhas, combatentes do grupo Estado Islâmico estavam nos locais atacados, assim como dezenas ou centenas de civis.

"Estes ataques provocaram a morte de dezenas de civis, incluindo crianças, que encontraram refúgio em uma escola ou formavam fila para comprar pão", declarou Ole Solvang, diretor da HRW.

"Se as forças da coalizão não sabiam da presença de civis nestes lugares, deveriam reexaminar com cuidado as informações que utilizam para identificar seus alvos, pois está claro que neste caso eram equivocadas", completa o relatório.

A coalizão internacional intensificou os bombardeios nos últimos meses em Raqa e seus arredores, principal reduto do EI na Síria, em apoio às Forças Democráticas Sírias (FDS), uma aliança de combatentes árabes e curdos que iniciou uma ofensiva para expulsar os extremistas da cidade.

Em agosto, a coalizão reconheceu a responsabilidade na morte de 624 civis desde o início dos bombardeios em 2014.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM