Jornal do Commercio
CRISE NA SÍRIA

Lavrov acusa coalizão de 'provocar' tropas russas na Síria

No mês passado, a Rússia acusou as FDS de tentar sabotar a ofensiva do Exército sírio - apoiado por Moscou - contra posições do EI em torno da cidade de Deir Ezzor, onde um general russo foi morto em setembro

Publicado em 04/10/2017, às 03h32

Lavrov, ao lado do presidente russo, Vladmir Putin / Foto: Pavel Golovkin / POOL / AFP
Lavrov, ao lado do presidente russo, Vladmir Putin
Foto: Pavel Golovkin / POOL / AFP
AFP

O chanceler russo, Sergueï Lavrov, acusou a coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos de cometer "provocações sangrentas" contra as tropas russas na Síria, em entrevista publicada nesta quarta-feira.

"As atividades das forças sob a direção americana levantam numerosas questões", declarou o chefe da diplomacia russa ao jornal saudita Asharq al-Awsat.

"Em certos casos, estas forças encorajaram indiretamente terroristas a atacar posições estratégicas  legitimas retomadas por Damasco, ou estão envolvidas deliberadamente em provocações sangrentas contra nossas forças", declarou Lavrov.



O ministro russo se referia às Forças Democráticas Sírias (FDS), apoiadas pelos Estados Unidos como parte da campanha contra o grupo Estado Islâmico (EI), especialmente na cidade de Raqa.

Acusações

No mês passado, a Rússia acusou as FDS de tentar sabotar a ofensiva do Exército sírio - apoiado por Moscou - contra posições do EI em torno da cidade de Deir Ezzor, onde um general russo foi morto em setembro.

"Hoje, todos os atores devem abandonar suas ambições geopolíticas e contribuir plenamente para o restabelecimento da estabilidade e da segurança na Síria, no Oriente Médio e na África do Norte", declarou Lavrov ao Asharq al-Awsat.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM
'; status++; } } else { status = 0; document.getElementById("aovivo").style.display = "none"; } setTimeout(function() { aovivo(); }, 180000); })();