Jornal do Commercio
ACUSAÇÃO

Exército russo acusa Estados Unidos de 'crimes de guerra' na Síria

O exército russo, que intervém na Síria em apoio às forças do governo, declarou que os EUA impedem que os refugiados sírios recebam ajuda humanitária

Publicado em 03/11/2017, às 22h29

O exército russo disse que os EUA implantaram ilegalmente uma base militar na região de At Tanf / Foto: AFP
O exército russo disse que os EUA implantaram ilegalmente uma base militar na região de At Tanf
Foto: AFP
AFP

O Exército russo, que intervém na Síria em apoio às forças do governo, declarou nesta sexta-feira (3) que os Estados Unidos impedem que os refugiados sírios recebam ajuda humanitária, considerando que isso pode ser considerado "crime de guerra".

De acordo com o Centro Russo para a Reconciliação das Partes em Conflito, a situação humanitária é muito difícil na região de At Tanf, na fronteira entre a Jordânia e a Síria, onde está instalada uma guarnição da coalizão internacional liderada por Washington.

"O mais urgente é a situação humanitária na região de At Tanf, devido aos Estados Unidos, que implantaram ilegalmente uma base militar e proíbem uma aproximação a menos de 55 quilômetros, privando dezenas de milhares de refugiados da possibilidade de receber ajuda humanitária", disse em um comunicado.

"As ações do Exército americano e da chamada 'coalizão internacional' são uma violação flagrante do direito humanitário e podem ser qualificadas como crimes de guerra", continua o comunicado.



A faixa de 55 quilômetros mencionada pelo Exército russo é, na realidade, a zona de distensão acertada com ele em torno da guarnição de At Tanf para evitar choques acidentais entre as forças russas e as americanas, afirmou o porta-voz do Pentágono, Eric Pahon.

Muitos civis que fugiram das zonas bombardeadas pelo Exército sírio encontraram abrigo nessa área, onde sabem que não serão atacados, explicou.

"Informamos os russos de que estávamos dispostos a facilitar a chegada da ajuda" para esses civis, "mas o regime sírio impediu que esses esforços tivessem resultados", completou Pahon.
No início de outubro, o Exército russo já havia acusado Washington de fornecer "apoio" ao grupo extremista Estado Islâmico (EI) a partir da região de At Tanf.

Forças especiais

De acordo com Washington, At Tanf abriga um campo usado pelas forças especiais americanas e britânicas para treinar rebeldes sírios que lutam contra o EI.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM