Jornal do Commercio
MÚMIAS

Arqueólogos russos encontram múmia greco-romana no Egito

A múmia, que estava em bom estado de conservação,foi descoberta perto de um mosteiro em Qalamshah

Publicado em 14/11/2017, às 17h30

A prática era mais comum no Egito antigo, mas também há registros de mumificações na era greco-romana / Foto: Pixabay
A prática era mais comum no Egito antigo, mas também há registros de mumificações na era greco-romana
Foto: Pixabay
AFP

Uma equipe de arqueólogos russos encontrou uma múmia bem preservada da era greco-romana em um sarcófago de madeira ao sul do Cairo, informou nesta terça-feira (14) o ministério egípcio de Antiguidades.

A descoberta ocorreu perto de um mosteiro da localidade de Qalamshah, 80 km ao sul da capital egípcia, indicou o ministério em um comunicado.

A equipe "encontrou, dentro do sarcófago, uma múmia bem conservada, envolta em linho, com o rosto coberto com uma máscara de feições humanas com desenhos em azul e dourado", afirmou.



Embora normalmente se associe a mumificação ao Egito antigo, esta prática foi mantida na era greco-romana.

"A expedição fez uma restauração inicial do sarcófago da múmia, visto que foi encontrado em más condições", destacou o ministério, citando o adjunto do ministro, Mohamed Abdel Lateef. 

O comunicado não detalhou quando a descoberta foi feita.

"A cobertura está quebrada e a base tem várias brechas, e não tem nenhuma inscrição", acrescentou o informe, citando Abdel Lateef. 

A missão russa trabalha há sete anos na região, que conta com monumentos islâmicos e coptas e outros do período greco-romano (de 330 a.C a 670 d.C). 


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM