Jornal do Commercio
ENVENENAMENTO

Italiano envenena parentes por serem 'impuros'

O jovem matou os avós paternos e uma tia e tentou envenenar outros cinco parentes

Publicado em 07/12/2017, às 15h32

O jovem envenenada a família com tálio, um metal pesado altamente tóxico / Foto: Reprodução
O jovem envenenada a família com tálio, um metal pesado altamente tóxico
Foto: Reprodução
AFP

A polícia italiana anunciou nesta quinta-feira (7) a prisão de um jovem que matou dois de seus avós e uma tia com tálio, um veneno que usou em outros cinco familiares que ele considerava "impuros".

Mattia Del Zotto, de 27 anos, admitiu matar "para punir pessoas impuras", declarou Maria Luisa Zanetti, promotora pública de Monza, perto de Milão, a repórteres.



O jovem comprou o tálio, um metal pesada altamente tóxico, de uma empresa e colocou nas bebidas e pratos de alguns parentes.

O veneno matou seus avós paternos, de 94 e 88 anos, e uma tia de 62 anos no início de outubro.

Ele tentou envenenar outros membros da família e cinco pessoas foram hospitalizadas nas últimas semanas, incluindo os avós maternos.

A polícia conseguiu provar sua culpa através de um e-mail encontrado por acaso em seu computador e que o jovem havia esquecido de apagar.

Neste e-mail, ele indagava sobre o preço do tálio, o envio e impostos, de acordo com os investigadores. 

A mãe de Mattia Del Zotti foi interrogada e alegou que seu filho se tornou "maníaco".

Ele passava seus dias na frente do computador e parou de comer doces e beber álcool, afirmando que precisava ingerir apenas o "essencial".


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM