Jornal do Commercio
CUIDADOS EM CASO DE ATAQUES

Espanha divulga orientações para casos de atentado terrorista

A campanha com as orientações foi lançada quatro meses após um ataque extremista que resultou em 16 mortes no país

Publicado em 18/12/2017, às 12h57

O atentado aconteceu na região da Catalunha / Foto: JOSEP LAGO / AFP
O atentado aconteceu na região da Catalunha
Foto: JOSEP LAGO / AFP
AFP

A Espanha lançou nesta segunda-feira (18) pela primeira vez uma campanha com instruções para a população saber como reagir ante um atentado terrorista, quatro meses depois de um duplo ataque extremista que deixou 16 mortos na região da Catalunha.

O objetivo é proporcionar orientações básicas de segurança no caso de um atentado, segundo o ministro do Interior, Juan Ignacio Zoido. Um breve vídeo foi divulgado nas redes sociais enumerando essas recomendações.

As autoridades recomendam localizar em lugares frequentados habitualmente as saídas de emergência, e alertar as autoridades sobre qualquer objeto suspeito.

Ante uma explosão ou ataque, "quando a rota de fuga for segura, afaste-se do foco do perigo, não pare para recolher pertences, nem se jogue ao chão fingindo ter sido abatido", diz o vídeo.



"Quando não puder se afastar, esconda-se atrás de algum muro ou obstáculo resistente a armas de fogo.  Não faça barulhos desnecessários e silencie seu celuar. Quando possível, sem delatar sua posição, avise as forças de segurança e informe a elas tudo de que se recorda", acrescenta.

A apresentação da campanha coincide com a detenção esta segunda-feira, perto de Masri, de um homem ligado ao Estado Islâmico que difundiu nas redes sociais uma convocação à Jihad. 

A Espanha sofreu em 17 e 18 de agosto um duplo atentado revindicado pelo EI e que deixou 16 mortos. O país se encontra desde 2015 no nível 4 de laerta antiterrorista, em uma escala de 5.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM