Jornal do Commercio
EUA

Trump diz que ele tomou a decisão de demitir Tillerson

Segundo Trump, cargo de secretário de Estado será preenchido pelo até então diretor da CIA, Mike Pompeo

Publicado em 13/03/2018, às 11h11

Trump disse aos repórteres que estava
Trump disse aos repórteres que estava "feliz" com a notícia de que o Comitê de Inteligência da Câmara dos Representantes concluiu que não houve conluio entre sua campanha e a Rússia para influir nas últimas eleições presidenciais
Foto: Divulgação
Estadão Conteúdo

Em meio a dúvidas sobre o contexto da demissão do secretário de Estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson, o presidente Donald Trump disse em declarações à imprensa há pouco que foi ele quem tomou a decisão de alterar a equipe. Tillerson "será muito mais feliz agora", comentou o presidente, antes de embarcar para uma viagem a San Diego, onde inspecionará um protótipo do muro que ele pretende construir na fronteira com o México. Mais cedo, ele escreveu no Twitter que Tillerson deixava o posto e seria substituído por Mike Pompeo, até então diretor da CIA.

Trump disse aos repórteres que estava "feliz" com a notícia de que o Comitê de Inteligência da Câmara dos Representantes concluiu que não houve conluio entre sua campanha e a Rússia para influir nas últimas eleições presidenciais. O comitê divulgará hoje uma proposta de relatório dos republicanos da Câmara que descarta conluio entre Moscou e a campanha de Trump, embora fale em algumas reuniões "inapropriadas" entre as partes à época.

O presidente também elogiou Larry Kudlow, "um amigo de longa data". Segundo Trump, Kudlow "tem muito boa chance" de se tornar como o principal assessor econômico da presidência americana.

Divergências

Donald Trump, apontou nesta terça-feira (13) divergências com o agora ex-secretário de Estado Rex Tillerson, em particular sobre o acordo nuclear com o Irã, ao comentar sua decisão de substituí-lo pelo diretor da CIA, Mike Pompeo.



"Rex e eu (...) nos damos muito bem, mas divergimos em coisas", disse Trump aos jornalistas. "O acordo com o Irã achei que era terrível, ele achou que estava bem. Eu queria rompê-lo, ou fazer algo, ele sentia um pouco diferente. Então, realmente, não estávamos pensando do mesmo jeito", completou.

Motivo desconhecido

O recém-demitido secretário de Estado Rex Tillerson não chegou a falar com o presidente Donald Trump antes de ser afastado de seu posto nesta terça-feira, e não tem conhecimento do motivo que levou à sua demissão, informou o subsecretário de Estado Steve Goldstein.

"O secretário não falou com o presidente esta manhã e não tem conhecimento do motivo, mas ele está grato pela oportunidade de servir e ainda acredita piamente que o serviço público é uma vocação nobre e não se arrepende de nada", declarou. 

"Desejamos tudo de bom ao secretário designado Pompeo well", acrescentou em uma série de tuítes.

 


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe
As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus
O JC preparou um hotsite especial em homenagem ao ator e diretor Jose Pimentel, o eterno Jesus Cristo do teatro pernambucano

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM