Jornal do Commercio
Luto na ciência

Mundo se despede de Stephen Hawking nas redes sociais

O astrofísico britânico, cujo trabalho na área da relatividade e dos buracos negros se destacou, morreu na sua casa em Cambridge, na Inglaterra

Publicado em 14/03/2018, às 07h18

O ator Eddie Redmayne, ganhador do 'Oscar de melhor ator' pelo filme
O ator Eddie Redmayne, ganhador do 'Oscar de melhor ator' pelo filme "A Teoria de Tudo", onde interpretou o cientista, lamentou a morte do físico britânico
Foto: AFP
JC Online

Uma das maiores lendas da ciência contemporânea, o físico britânico Stephen Hawking, faleceu aos 76 anos, na madrugada desta quarta-feira (14). O astrofísico, cujo trabalho na área da relatividade e dos buracos negros se destacou, morreu na sua casa em Cambridge, na Inglaterra. Artistas, cientistas e políticos se solidarizaram e divulgaram nas redes sociais mensagens de apoio à família e elogios as ideias desenvolvidas por Hawking. 

Stephen foi um dos cientistas com maior destaque desde o físico alemão Albert Einstein. A sua obra "Uma Breve História do Tempo" é um dos livros mais vendidos no mundo. "O meu objetivo era escrever um livro que vendesse nas livrarias dos aeroportos", confessou.

Despedida

O ator Eddie Redmayne, ganhador do 'Oscar de melhor ator' pelo filme "A Teoria de Tudo", onde interpretou o cientista, lamentou a morte do físico britânico. Por meio de uma nota, Redmayne prestou uma homenagem: "Nós perdemos uma mente verdadeiramente linda, um surpreendente cientista e o homem mais divertido que eu tive o prazer de conhecer", destacou o ator na nota.

"Olhem para as estrelas e não para os vossos pés", uma frase do cientista, é lembrada no site da Universidade de Cambridge, aquela onde chegou em 1962 e onde foi professor de Matemática. "O professor Hawking foi um indivíduo único que será lembrado com carinho e afeição não apenas em Cambridge, mas por todo o mundo. O seu excecional contributo para o conhecimento científico e a popularização da ciência e da matemática são um legado indelével. O seu caráter foi uma inspiração para milhões", disse o professor Stephen Toope, vice-chanceler da Universidade de Cambridge. 

 

 

Tim Peake, astronauta britânico da Agência Espacial Europeia, escreveu no Twitter que Hawking "inspirou gerações a olhar para lá do planeta azul e expandir o nosso conhecimento do universo. A sua personalidade e génio vão deixar saudades".

 

 

Às 5.00, hora portuguesa, a NASA somou-se aos que lamentam a perda de Stephen Hawking, via Twitter. "Que continue a voar como o super-homem na microgravidade, como disse aos astronautas na Space Station em 2014"



 

 

"O professor Stephen Hawking foi uma mente brilhante e extraordinária, um dos maiores cientistas da sua geração", escreveu Theresa May, chefe do governo britânico na rede social Twitter.

 

 

A atriz Mayim Bialik publicou no Twitter uma fotografia de Stephen Hawking com o elenco da série 'Bing Bang Theory'. O cientista fez várias participações contracenando com Tim Parsons, o ator que interpreta Sheldon Cooper.

 

 

Além de políticos e cientistas, a cantora norte-americana Katy Perry disse que Hawking deixou um grande buraco negro no nosso coração.

 

 

Morte

O cientista faleceu em casa, na cidade de Cambridge, na Inglaterra. Hawking foi diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica (ELA) aos 21 anos, doença que causa a morte dos neurônios encarregados dos movimentos voluntários.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por Souza,14/03/2018

Assim como em uma "explosão cósmica" o universo foi criado, a vida de um "grande gênio" se acaba. Meu Deus, tão rico em sabedoria porém tão pobre em conhecimento.

Por MÃO DE PILÃO,14/03/2018

Um crânio prodigioso. Uma genialidade rara. Tudo isso, porém, não foi suficiente para fazê-lo enxergar a existência do Deus Criador... Agora é tarde demais!

Por haroldo,14/03/2018

Com tanto vagabundos e corruptos que mereciam morrer, o mundo perde um dos mais brilhantes gênios de todos os tempos.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe
As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus
O JC preparou um hotsite especial em homenagem ao ator e diretor Jose Pimentel, o eterno Jesus Cristo do teatro pernambucano

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM