Jornal do Commercio
Tailândia

Mergulhador morre em operação para resgatar grupo preso em caverna

O ex-membro da Marinha tailandesa ficou sem oxigênio quando retornava de uma missão para levar mantimentos aos 12 meninos e o técnico

Publicado em 06/07/2018, às 01h15

Um mergulhador experiente leva cinco horas para fazer o percurso entre o grupo e a saída da caverna / Foto: HANDOUT / ROYAL THAI NAVY SEAL / AFP
Um mergulhador experiente leva cinco horas para fazer o percurso entre o grupo e a saída da caverna
Foto: HANDOUT / ROYAL THAI NAVY SEAL / AFP
AFP

Um ex-membro da Marinha tailandesa morreu ao ficar sem oxigênio quando retornava de uma missão para levar mantimentos aos 12 meninos e seu técnico de futebol presos em uma caverna inundada na Tailândia, informou o vice-governador da província de Chiang Rai, Passakorn Boonyaluck.

"Após ter entregue uma reserva de oxigênio, ficou sem ar em seu retorno", declarou Boonyaluck.

"Perdeu a consciência no caminho de volta, seu companheiro de mergulho tentou ajudá-lo e carregá-lo", revelou o oficial da Marinha Apakorn Yookongkaew. 

Operação de resgate

As equipes de emergência examinam as opções para resgatar o grupo, preso há 12 dias na caverna, em meio ao risco de aumento do nível da água com a previsão de retorno das chuvas.



Os socorristas estão bombeando a água para fora da caverna para baixar seu nível e retirar o grupo sem que as crianças tenham que mergulhar ou que o façam no menor trecho possível. 

No momento, um mergulhador experiente leva cinco horas para fazer o percurso entre o grupo e a saída da caverna, e muitos trechos incluem passagens estreitas e sob a água. 

"Nossa maior preocupação é a meteorologia. Estamos em uma corrida contra o tempo, agora estamos em uma corrida contra a água", declarou mais cedo Narongsak Osotthakorn, governador de Chiang Rai, que comanda a célula de crise. 


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM