Jornal do Commercio
RÚSSIA

Putin prolonga até 2019 embargo a produtos alimentícios ocidentais

Adotado pela primeira vez em agosto de 2014, o embargo foi prolongado em três ocasiões, em resposta à renovação das sanções econômicas europeias

Publicado em 12/07/2018, às 13h59

A longo prazo, Putin espera que o embargo favoreça o desenvolvimento do setor agrícola nacional, ao qual oferece subsídios importantes / Foto: Yuri KADOBNOV / POOL / AFP
A longo prazo, Putin espera que o embargo favoreça o desenvolvimento do setor agrícola nacional, ao qual oferece subsídios importantes
Foto: Yuri KADOBNOV / POOL / AFP
AFP

O presidente russo, Vladimir Putin, estendeu até 2019, nesta quinta-feira (12), o embargo a produtos alimentícios dos países ocidentais, em vigor desde 2014 em represália pelas sanções decretadas por Estados Unidos e União Europeia (UE) contra a Rússia pela anexação da Crimeia.

O decreto assinado nesta quinta prolonga "até 31 de dezembro de 2019" as restrições à importação de produtos alimentícios, principalmente provenientes da UE.

Adotado pela primeira vez em agosto de 2014, o embargo foi prolongado em três ocasiões, em resposta à renovação das sanções econômicas europeias.



Em junho, os 28 dirigentes da UE decidiram prolongar oficialmente por seis meses as sanções econômicas contra a Rússia, devido à falta de avanços na implementação dos acordos de Minsk para permitir uma trégua e um diálogo político entre os rebeldes pró-russos do leste da Ucrânia e o governo ucraniano. 

Sanções

Somadas à queda dos preços do petróleo, as sanções ocidentais decretadas contra Moscou mergulharam a Rússia em sua mais grave recessão desde a chegada de Putin ao poder, em 2000. O país está se recuperando progressivamente. 

A longo prazo, as autoridades russas esperam que o embargo favoreça o desenvolvimento do setor agrícola nacional, ao qual oferece subsídios importantes. 


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM