Jornal do Commercio
susto

Tripulação usa máscara de oxigênio para salvar cão em voo nos EUA

A língua do cachorrinho, que tem apenas 3 anos, começou a ficar azul e o animal demonstrava dificuldade para respirar

Publicado em 12/07/2018, às 09h21

Quando percebeu o acontecido, a tripulação do avião correu para o resgate com uma máscara de oxigênio / Foto: Michele Burt/Reprodução/Facebook
Quando percebeu o acontecido, a tripulação do avião correu para o resgate com uma máscara de oxigênio
Foto: Michele Burt/Reprodução/Facebook
JC Online

O buldogue francês, chamado Darcy, estava em um voo da Flórida para Massachusetts (EUA), na última quinta-feira (12), quando começou a mostrar sinais falta de oxigênio, de acordo com sua dona, Michele Burt. A língua do cachorrinho, que tem apenas 3 anos, começou a ficar azul e o animal demonstrava dificuldade para respirar.

"Todos somos afetados pela pressão da cabine e flutuações de oxigênio, humanos, caninos e felinos, etc., mas o fato de os atendentes serem receptivos e atentos à situação pode ter salvo a vida de Darcy", escreveu Burt em sua página no Facebook.

 

 

Quando percebeu o acontecido, a tripulação do avião correu para o resgate com uma máscara de oxigênio. As fotos, que se espalharam pela mídia social, mostram o bulldog sendo tratado por hipóxia, que pode chegar a ser fatal.

"Coloquei a máscara sobre o rosto dela e, em poucos minutos, ela ficou alerta e, pouco depois, não quis a máscara", disse Michele. "Eu acredito que Renaud e Diane salvaram uma vida, alguns podem reduzir o valor da vida porque Darcy é um canino, eu não", contou a dona sobre dois tripulantes do vôo que ajudaram no salvamento do cão.



 

 

Cena nunca vista

O membro da tripulação Renaud Fenster, deu enrevista ao programa americano "Good Morning America" ??na última segunda-feira (9), disse que "nunca viu nada assim" em seus 15 anos trabalhando para uma companhia aérea.

"Eu estava passando pela cabine para checar um passageiro, e notei [outro] passageiro, que tirou o cachorro do caixote e o cachorro tinha uma indicação de que não estava muito bem. E eu acredito que o cachorro desmaiou ", disse Fenster. "O cão começou a ofegar muito rápida e incontrolavelmente, e como eu era dono de um buldogue francês, eu sabia que o cachorro estava superaquecendo e precisava de gelo. Trouxe ao cachorro um pouco de gelo, e isso não fez nada", explicou.

 

 

"Eu decidi que precisávamos considerar o uso de oxigênio para apoiar o animal. Então liguei para o capitão e disse a ele: 'Acho que preciso usar um pouco de oxigênio' e ele disse: 'Vá em frente'. E ali mesmo, colocou o oxigênio no cachorro e o cachorro reviveu como nada mais ", acrescentou.

Michele agradeceu à JetBlue por sua atenção em Darcy e queria lembrar que "as pessoas boas estão fazendo coisas boas diariamente, mesmo que seja de maneiras pequenas ou grandes".


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.
JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM