Jornal do Commercio
SUSTO

Avaria força retirada de mais de 3.000 passageiros do metrô de Paris

O incidente ocorreu na noite dessa terça-feira (31) em uma das principais linhas do metrô de Paris

Publicado em 01/08/2018, às 10h30

A avaria foi provocada por problema técnico que afetou um trem que estava entre duas estações
 / Foto: AFP/Arquivos
A avaria foi provocada por problema técnico que afetou um trem que estava entre duas estações
Foto: AFP/Arquivos
AFP

Uma falha de várias horas obrigou, na noite dessa terça-feira (31), a retirada de milhares de passageiros que ficaram bloqueados em meio a um calor sufocante em uma das principais linhas do metrô de Paris, muito frequentada por turistas.

Cinco passageiros sofreram enjoos, devido ao calor, e foram atendidos pelos paramédicos, disse à AFP um porta-voz da Brigada dos Bombeiros de Paris, que mobilizou quase de 40 agentes.

Entre as pessoas afetadas havia uma grávida e uma idosa. Ambas foram levadas para o hospital.

A bordo do metrô estava um bebê de um mês, no colo da mãe. 

"O bebê acordo u com o calor", contou à AFP Aïssatou, uma passageira de 34 anos, que destacou a "solidariedade" dos presentes. 

"Perguntaram quem tinha uma garrafa de água e ajudaram a acalmar o bebê", disse.

O incidente começou na terça, às 20h10 locais (15h10, em Brasília) na linha 1 do metrô, que é totalmente automática e cruza Paris de oeste a leste, passando por lugares emblemáticos da capital francesa, como o Museu do Louvre, o Jardim de Tuileries, ou a avenida dos Champs-Élysées.

A avaria foi provocada por problema técnico que afetou um trem que estava entre duas estações e que paralisou todo o tráfego na linha.



Doze trens da linha 1 ficaram bloqueados por essa falha técnica. Após vários minutos de espera no calor, alguns passageiros forçaram as portas.

"Depois de 45 minutos, as portas continuavam fechadas, a mais de 40 graus", contou à AFP Meryl Boy, outra passageira.

"Não havia ar acondicionado, era um verdadeiro forno", tuitou a jornalista Assma Maad do site BuzzFeedNewsFr

Os passageiros foram retirados pelas vias, em condições caóticas.

Segundo fontes policiais, entre 3.200 e 3.800 pessoas tiveram de ser evacuadas pelo incidente.

A Companhia de Transporte Metropolitano (RATP) disse à AFP, porém, que não podia confirmar esse número. Em nota, reconheceu que foram afetadas "várias centenas" de passageiros e pediu desculpas por este "evento muito pouco habitual" e pelas "condições penosas de espera e de evacuação".

Segundo a RATP, o tráfego voltou ao normal nesta quarta de manhã.

Passageiros entrevistados pela AFP criticaram a pouca reação da RATP e denunciaram que tiveram de se virar com seus próprios meios.

Falhas técnicas

Embora pouco habitual, não é a primeira vez que um incidente desse tipo acontece. Coincide com os problemas recentes de tráfego na estação de trem parisiense de Montparnasse, afetada por uma falha, na última sexta-feira (27), que alterou a circulação de trens no meio das férias de verão.

Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM