Jornal do Commercio
VIOLÊNCIA

Vice da Nicarágua acusa 'golpistas' por mortes em protestos

São ''197 irmãos cujas vidas foram ceifadas pelo terrorismo golpista, por criminosos. Eles os mataram'', disse Rosario Murillo

Publicado em 07/08/2018, às 23h51

Segundo organizações de direitos humanos, os protestos deixaram 317 mortos e ao menos 2 mil feridos / Foto: MARVIN RECINOS / AFP
Segundo organizações de direitos humanos, os protestos deixaram 317 mortos e ao menos 2 mil feridos
Foto: MARVIN RECINOS / AFP
AFP

A vice-presidente e primeira-dama da Nicarágua, Rosario Murillo, culpou nesta terça-feira (7) a oposição por exercer um "terrorismo golpista" que causou a morte de 197 pessoas nos protestos contra o governo de Daniel Ortega.

São "197 irmãos cujas vidas foram ceifadas pelo terrorismo golpista, por criminosos. Eles os mataram", declarou Murillo em sua mensagem diária na mídia oficial.

"Que paguem por seus crimes. Estes golpistas assassinaram nossos irmãos".

Murillo reafirmou as informações da polícia de que entre 19 de abril e 25 de julho morreram 197 pessoas "vítimas do terrorismo golpista", incluindo 22 policiais e apenas cinco estudantes universitários.

Direitos humanos

Segundo organizações de direitos humanos, os protestos deixaram 317 mortos e ao menos 2 mil feridos.

A vice-presidente declarou que o governo sabe quem liderou, promoveu, financiou e executou o "golpe de estado, esta sangrenta tentativa de deter o bom caminho que trilhava" a Nicarágua.



"Mas vencemos, somos livres, não puderam passar e não passarão", disse a mulher de Ortega sobre os manifestantes, que o governo chama de "direitistas, satânicos, vândalos, delinquentes" e pessoas  "diabólicas".

Oposição

A oposição denunciou na semana passada que o governo tem empreendido uma forte perseguição e prisões ilegais de ativistas e de pessoas que participaram dos protestos.

A onda de manifestações começou no dia 18 de abril, com o anúncio de uma reforma na Previdência que degenerou em protestos exigindo a saída de Ortega do poder. 


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM