Jornal do Commercio
25 MILHÕES

Governo Trump corta financiamento para hospitais palestinos

O presidente Donald Trump ordenou o fim de um auxílio de 25 milhões de dólares a hospitais palestinos

Publicado em 14/09/2018, às 16h52

"O presidente ordenou uma revisão da ajuda americana à Autoridade Palestina na Cisjordânia e em Gaza" disse funcionário
Foto: AFP
AFP

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ordenou o fim de um auxílio de 25 milhões de dólares para hospitais palestinos em Jerusalém - uma medida que foi classificada como uma "chantagem política" por setores palestinos.

"O presidente ordenou uma revisão da ajuda americana à Autoridade Palestina na Cisjordânia e em Gaza, para assegurar que esses fundos sejam gastos de acordo com os interesses nacionais", disse um funcionário do Departamento de Estado à AFP. 

Como resultado, "nós vamos redirecionar quase US$ 25 milhões inicialmente planejados para a rede hospitalar em Jerusalém Oriental, que irão para projetos prioritários em outros lugares", acrescentou a fonte.

A Organização para a Libertação da Palestina (OLP) reagiu rapidamente, denunciando uma "chantagem política" com uma medida "desumana e imoral".



"Ao eliminar verbas vitais para hospitais em Jerusalém, como o Hospital Augusta Vitória e o hospital de oftalmologia Saint Jean, o governo americano ameaça causar instabilidade e sérios danos a milhares de pacientes palestinos", disse Hanane Achraoui, da OLP. 

"Decisão vergonhosa"

Enquanto isso, do escritório do primeiro-ministro palestino, eles denunciaram a ação como "uma decisão vergonhosa". 

O governo dos EUA anunciou que vai parar de financiar a agência da ONU para refugiados palestinos (Unrwa), uma semana depois de ter eliminado mais de 200 milhões de dólares em ajuda aos palestinos.


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM