Jornal do Commercio
Petróleo

Arábia Saudita diz que EUA não estão em posição de ditar a conduta da Opep

O presidente americano, Donald Trump, pediu que a Opep não reduza a produção para manter os preços

Publicado em 06/12/2018, às 09h35

"Não preciso da permissão de ninguém para diminuir" a produção", disse o ministro Khaled al-Faleh
JOE KLAMAR / AFP
AFP

Os Estados Unidos "não estão em posição" de ditar à Opep sua conduta, afirmou nesta quinta-feira (6) o ministro da Energia da Arábia Saudita depois que o presidente americano, Donald Trump, pediu à organização que não reduza a produção para manter os preços.

Washington "não está em posição de nos dizer o que devemos fazer", ressaltou o ministro Khaled al-Faleh, antes do início de uma reunião da Organização dos Países  Exportadores de Petróleo (Opep) em Viena. "Não preciso da permissão de ninguém para diminuir" a produção", acrescentou.

Trump pediu nessa quarta-feira (5) no Twitter que a Opep "mantenha a sua produção atual", enquanto a organização deseja reduzi-la após uma queda de 30% em dois meses.



Equilibrar o mercado

Dizendo-se contrário a uma queda da produção do seu próprio país em razão das sanções americanas, o ministro iraniano do Petróleo, Bijan Namdar Zanganeh, também ironizou nesta quinta o tuíte de Trump. "Esta é a primeira vez que um presidente dos Estados Unidos diz à Opep o que ela deve fazer", afirmou, acrescentando que "eles devem saber que a Opep não faz parte do departamento americano da Energia".

O ministro saudita ressaltou que a Opep deseja "uma queda suficiente" de sua produção para equilibrar o mercado, estimando que "deve ser distribuída de maneira igual entre os países" em função de sua produção.


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM