Jornal do Commercio
ACORDO

ONU adota Pacto Mundial sobre Refugiados sem apoio de EUA e Hungria

O texto sobre a gestão dos refugiados recebeu 181 votos a favor, dois contra e três abstenções

Publicado em 17/12/2018, às 14h49

A Assembleia Geral da ONU adotou nesta segunda-feira (17) o Pacto Global sobre Refugiados / Foto: DELIL SOULEIMAN / AFP
A Assembleia Geral da ONU adotou nesta segunda-feira (17) o Pacto Global sobre Refugiados
Foto: DELIL SOULEIMAN / AFP
AFP

A Assembleia Geral da ONU adotou nesta segunda-feira (17), sem os votos dos Estados Unidos e da Hungria, o Pacto Global sobre Refugiados.

O texto sobre a gestão dos refugiados recebeu 181 votos a favor, dois contra e três abstenções. 

Como o Pacto Global sobre as Migrações, este para os refugiados não é vinculativo.

Ambos os textos tiveram origem da Declaração de Nova York, adotada por unanimidade em 2016 pelos 193 membros da ONU, com a qual procura-se melhorar a capacidade de receber refugiados e migrantes e facilitar, se for o caso, o retorno aos seus países de origem.

Elaborado pelo Alto Comissariado para os Refugiados com sede em Genebra e dirigido por Filippo Grandi, o Pacto Global para os Refugiados tem como objetivo fornecer diretrizes para a gestão de movimentos de massa de refugiados e de situações prolongadas de refúgio.

Permitirá "reforçar a assistência e a proteção de 25 milhões de refugiados no mundo", disse à AFP a presidente da Assembleia Geral da ONU, a equatoriana Maria Fernanda Espinosa. 



Objetivos do pacto

O documento assinala quatro objetivos principais: aliviar a pressão sobre países de acolhimento, aumentar a autonomia dos refugiados, expandir o acesso a países terceiros e ajudar o país de origem a criar as condições para o retorno seguro e digno dos refugiados. 

Os Estados Unidos votaram contra o documento, embora tenham participado das negociações para sua redação, que duraram oito meses. 





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM