Jornal do Commercio
ACORDO

ONU adota Pacto Mundial sobre Refugiados sem apoio de EUA e Hungria

O texto sobre a gestão dos refugiados recebeu 181 votos a favor, dois contra e três abstenções

Publicado em 17/12/2018, às 14h49

A Assembleia Geral da ONU adotou nesta segunda-feira (17) o Pacto Global sobre Refugiados / Foto: DELIL SOULEIMAN / AFP
A Assembleia Geral da ONU adotou nesta segunda-feira (17) o Pacto Global sobre Refugiados
Foto: DELIL SOULEIMAN / AFP
AFP

A Assembleia Geral da ONU adotou nesta segunda-feira (17), sem os votos dos Estados Unidos e da Hungria, o Pacto Global sobre Refugiados.

O texto sobre a gestão dos refugiados recebeu 181 votos a favor, dois contra e três abstenções. 

Como o Pacto Global sobre as Migrações, este para os refugiados não é vinculativo.

Ambos os textos tiveram origem da Declaração de Nova York, adotada por unanimidade em 2016 pelos 193 membros da ONU, com a qual procura-se melhorar a capacidade de receber refugiados e migrantes e facilitar, se for o caso, o retorno aos seus países de origem.

Elaborado pelo Alto Comissariado para os Refugiados com sede em Genebra e dirigido por Filippo Grandi, o Pacto Global para os Refugiados tem como objetivo fornecer diretrizes para a gestão de movimentos de massa de refugiados e de situações prolongadas de refúgio.

Permitirá "reforçar a assistência e a proteção de 25 milhões de refugiados no mundo", disse à AFP a presidente da Assembleia Geral da ONU, a equatoriana Maria Fernanda Espinosa. 



Objetivos do pacto

O documento assinala quatro objetivos principais: aliviar a pressão sobre países de acolhimento, aumentar a autonomia dos refugiados, expandir o acesso a países terceiros e ajudar o país de origem a criar as condições para o retorno seguro e digno dos refugiados. 

Os Estados Unidos votaram contra o documento, embora tenham participado das negociações para sua redação, que duraram oito meses. 




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM