Jornal do Commercio
ARGENTINA

Ex-chanceler argentino morre vítima de câncer

Héctor Timerman, foi chefe da diplomacia argentina entre 2010 e 2015, durante o governo da ex-presidente Cristina Kirchner

Publicado em 30/12/2018, às 16h57

De acordo com a famíla, Timerman morreu vítima de câncer / Foto: AFP
De acordo com a famíla, Timerman morreu vítima de câncer
Foto: AFP
AFP

Héctor Timerman, ex-chanceler argentino que tentou reativar a causa do violento atentado contra o centro judeu AMIA mediante um polêmico acordo com o Irã, morreu na madrugada deste domingo (30), aos 65 anos, vítima de um câncer, informou a família.

Seu desempenho público gerou uma grande controvérsia aguda entre os que defenderam e os que criticaram o memorando com Teerã, assinado em 2013. 

A origem dessa questão diplomática e política sensível foi a bomba que explodiu em 18 de julho de 1994 no prédio de sete andares da AMIA em Buenos Aires, que deixou 85 mortos e 300 feridos.

Em 2006, o governo do falecido presidente Néstor Kirchner (2003-2007) acusou ex-governadores iranianos, incluindo o ex-presidente Ali Rafsanjani, do ataque.



A sucessora no poder, Cristina Kirchner (2007-2015) repetidamente pediu a Teerã para que permitisse investigar os suspeitos. 

Gestão

Por gestão de Timerman, o governo iraniano assinou um acordo para que uma comissão internacional de juristas realizasse a investigação em um país neutro. 

O Congresso argentino aprovou o acordo por grande maioria, com o apoio de governos e aliados. 

O parlamento iraniano, por outro lado, não o endossou. 

E Kirchner e Timerman foram acusados pelos governos dos Estados Unidos e Israel de cometer um erro grave ao assinar um memorando com o que consideravam "um estado terrorista". 

O ex-presidente e ex-chanceler foram indiciados e julgados na justiça argentina por "traição contra a pátria" por causa desse acordo.

O Ministério das Relações Exteriores argentino expressou suas condolências à família do falecido, juntamente com líderes e ex-funcionários da administração integrada por Timerman.

Todos destacaram sua trajetória em mensagens através das redes sociais




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM