Jornal do Commercio
VENEZUELA

Pompeo diz que EUA condenam 'ilegítima usurpação de poder' por Maduro

O parlamento venezuelano, controlado pela oposição, considera ilegítimo o novo mandato de Maduro e defende um governo de transição

Publicado em 10/01/2019, às 16h11

Pompeo afirmou que a Assembleia Nacional da Venezuela é o único poder legítimo no país, eleito pelo povo / Foto: ANDREW CABALLERO-REYNOLDS / POOL / AFP
Pompeo afirmou que a Assembleia Nacional da Venezuela é o único poder legítimo no país, eleito pelo povo
Foto: ANDREW CABALLERO-REYNOLDS / POOL / AFP
Estadão Conteúdo
Beatriz Bulla, correspondente

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, divulgou uma declaração nesta quinta-feira, 10, na qual afirma que os Estados Unidos "condenam a ilegítima usurpação de poder" por Nicolás Maduro na Venezuela. "Agora é a hora para convencer a ditadura de Maduro que chegou o momento de a democracia voltar na Venezuela", disse Pompeo, em declaração no mesmo dia em que Maduro inicia o segundo mandato.

Segundo ele, os EUA "continuarão a usar o poder político e econômico para pressionar pela restauração da democracia na Venezuela". Os EUA têm imposto sanções a pessoas e empresas ligadas ao regime de Maduro como forma de pressão ao governo venezuelano.

A rodada mais recente foi anunciada na última terça-feira e atingiu sete pessoas e 23 entidades que, segundo investigação da justiça americana, estão envolvidos em um esquema de corrupção.



"Mandato ilegítimo"

Pompeo afirmou que a Assembleia Nacional da Venezuela é o único poder legítimo no país, eleito pelo povo, e defendeu que os líderes venezuelanos trabalhem em conjunto com o congresso. O parlamento venezuelano, controlado pela oposição, considera ilegítimo o novo mandato de Maduro e defende um governo de transição.

"É hora de a Venezuela começar um processo de transição que possa restaurar a ordem constitucional e democrática através de eleições livres e justas que respeitem o desejo do povo venezuelano", escreveu Pompeo.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM