Jornal do Commercio
Notícia
SERMÃO

Papa Francisco condena fechamento de fronteiras a imigrantes e pedofilia

No sermão, Francisco pediu a Jesus para ajudar a ''ver em sua cruz todas as cruzes do mundo''

Publicado em 19/04/2019, às 20h01

O papa citou pessoas famintas por comida e por amor, e aquelas
O papa citou pessoas famintas por comida e por amor, e aquelas "abandonadas por seus próprios filhos ou pais"
Foto: Andreas SOLARO / AFP
Estadão Conteúdo

O papa Francisco usou a cerimônia da sexta-feira da Paixão para condenar o que chamou de "todas as cruzes" de sofrimento do mundo, incluindo aquelas suportadas por imigrantes que encontram fronteiras fechadas e crianças que sofrem em sua "inocência e pureza".

De um púlpito coberto com um tecido branco no Monte Palatino, Francisco observava a tradicional procissão noturna iluminada por tochas no coliseu de Roma, que recordava solenemente a crucificação de Jesus.

Junto com milhares de peregrinos, o papa ouviu reflexões que foram compostas pela freira italiana Eugenia Bonetti, que há 25 anos saiu às ruas da cidade para trazer conforto e esperança a mulheres migrantes que foram traficadas para a prostituição.



No sermão, Francisco pediu a Jesus para ajudar a "ver em sua cruz todas as cruzes do mundo". O papa citou pessoas famintas por comida e por amor, e aquelas "abandonadas por seus próprios filhos ou pais".

Questões que marcam papado

Em seguida, ele abordou duas questões que marcam fortemente seu papado: imigração e combate a abusos sexuais contra menores.

Francisco disse que os imigrantes têm encontrado "as portas fechadas devido ao medo e aos corações endurecidos por cálculos políticos". A Itália adotou nos últimos anos uma das mais duras leis de imigração, na esteira de movimentos semelhantes nos Estados Unidos e na Hungria.

O papa também condenou a "cruz dos pequenos, feridos em sua inocência e pureza". Francisco não citou diretamente os escândalos sexuais da Igreja.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM