Jornal do Commercio
Notícia
DETERMINAÇÃO JUDICIAL

Justiça manda demolir hotel Sheraton em Cusco por destruir muros incas

Muros incas tinham 500 anos e faziam parte de região considerada patrimônio cultural da Humanidade

Publicado em 15/09/2019, às 19h51

Dano causado pelas construções é considerado irreversível  / Foto: AFP PHOTO / ANDINA
Dano causado pelas construções é considerado irreversível
Foto: AFP PHOTO / ANDINA
AFP

A Justiça peruana determinou a demolição de um hotel da rede Sheraton que estava em construção em Cusco, por destruir, durante as obras, muros incas de 500 anos em uma região considerada patrimônio cultural da Humanidade, noticiou a imprensa local neste domingo (15).

A decisão do juiz encarregado do caso encerra um processo de três anos entre autoridades de Cusco (sudeste do Peru) e a empresa encarregada da obra, que em 2016 paralisou a construção do hotel de sete andares.

"Para efeitos de restituir a situação de fato e de direito ao estado anterior à vulneração que sustenta esta demanda, ordene-se à Direção Desconcentrada de Cultura de Cusco a abertura de um processo de demolição do construído ilicitamente no citado imóvel, que altera e destrói de forma contínua os muros arqueológicos pré-hispânicos e incas existentes", escreveu o magistrado Wilber Bustamante, da Corte Superior de Justiça de Cusco.

A obra "distorce a harmonia e configuração tipológica do Centro Histórico de Cusco", segundo a sentença publicada neste domingo no jornal El Comercio.

O juiz determinou à imobiliária R&G restituir as cinco plataformas e muros incas de pedra retirados para executar a obra.

No entanto, "o dano é irreversível", disse, em declarações à estatal TV Perú Carlos Somocursio, presidente do Comitê Técnico do Patronato Regional de Cusco.

As obras eram realizadas em uma área onde só é permitido construir edifícios de dois andares. Em abril, o ministério da Cultura havia multado a empresa em 2,2 milhões de dólares.



O prédio de sete andares, cuja construção foi paralisada pelas autoridades em 2016, quando estava quase concluída, fica dentro da Zona Monumental de Cusco, declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em 1983.

Segundo as autoridades, a empresa que construía o hotel Sheraton de Cusco desmontou, entre 2012 e 2014, estes centenários muros incas sem a autorização do então Instituto Nacional de Cultura, que passou a ser depois o Ministério da Cultura.

Cusco é um dos principais centros turísticos do Peru e passagem obrigatória para quem quer visitar a cidadela inca de Machu Picchu.

A construção foi paralisada em meio a uma grande polêmica pela construção do moderno hotel de luxo, em meio a vestígios incas e construções coloniais.

A imobiliária R&G SAC é uma empresa com sede em Lima, que desenvolve, constrói e promove projetos residenciais e comerciais, segundo sua página no Facebook.

Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM