Jornal do Commercio
Notícia
Violência

Atirador que matou duas pessoas na Alemanha queria realizar massacre em sinagoga

Outras duas pessoas estão em estado grave após o ataque realizado pelo homem armado nessa quarta-feira (9)

Publicado em 10/10/2019, às 11h00

O ataque aconteceu perto de uma sinagoga da cidade de Halle / SEBASTIAN WILLNOW / DPA / AFP
O ataque aconteceu perto de uma sinagoga da cidade de Halle
SEBASTIAN WILLNOW / DPA / AFP
AFP

O alemão de 27 anos que matou a tiros duas pessoas na quarta-feira (9), em Halle, na Alemanha, queria "cometer um massacre" na sinagoga onde era realizada uma cerimônia religiosa, afirmou o promotor federal alemão Peter Frank nesta quinta-feira (10). 

"O que aconteceu ontem foi terrorismo", disse ele à imprensa em Karlsruhe.

Duas pessoas morreram e outras duas se encontram em estado grave após o ataque realizado pelo homem armado que tentou invadir uma sinagoga na cidade alemã de Halle (leste), numa ação que foi gravada em vídeos pelo agressor.

A ação do criminoso, que usou armas de grosso calibre, vestindo trajes militares e com uma câmera acoplada em um capacete, lembrou a realizada no ataque a duas mesquitas em Christchurch, Nova Zelândia, em março passado.



O balanço da agressão poderia ter tido sido mais trágico, pois o agressor não conseguiu entrar na sinagoga da cidade onde era celebrado o Yom Kippur, o dia do perdão, uma das principais festas judaicas. 

No interior do templo, que não foi invadido porque as portas resistiram aos disparos do homem, havia cerca de 80 pessoas.

Yom Kippur

O massacre marcou, de forma trágica, o dia que os judeus celebram o feriado Yom Kippur. É um dos mais importantes para estes religiosos, que tradicionalmente jejuam por mais de 24h em busca de redenção.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM