Jornal do Commercio
Notícia
acidente

Queda de avião da Boeing no Irã deixa ao menos 170 mortos

O avião seguia com destino a Kiev e havia 176 pessoas a bordo

Publicado em 08/01/2020, às 06h47

Havia 176 pessoas a bordo do avião, que seguia para Kiev / Foto: AFP
Havia 176 pessoas a bordo do avião, que seguia para Kiev
Foto: AFP
JC Online com agências

Um Boeing 737 da Ukraine International Airlines caiu, na manhã desta quarta-feira (8), logo após decolar do Aeroporto Internacional de Teerã, no Irã, com destino a Kiev, na Ucrânia, matando ao menos 170 pessoas a bordo, revelou o Crescente Vermelho. "Diante das evidências, é impossível que os passageiros" do voo PS-752 Teerã-Kiev "estejam vivos", disse um alto funcionário do Crescente Vermelho iraniano à agência de imprensa semioficial ISNA, precisando que havia 170 pessoas a bordo, entre passageiros e tripulantes da companhia ucraniana.

A agência oficial IRNA também informou a morte de "todos os passageiros" e revelou que havia 176 pessoas no avião. Citando um porta-voz do Aeroporto Internacional Imã Khomeiny de Teerã, a Irna precisou que a bordo estavam 167 passageiros e 9 membros da tripulação. Já um alto funcionário do ministério ucraniano das Relações Exteriores, Vassyl Kyrylytch, disse à AFP que "segundo informações preliminares havia 168 pessoas a bordo" do avião da Ukraine International Airlines que decolou de Teerã.

>> Irã ataca bases com soldados americanos no Iraque

>> FAA proíbe voos comerciais dos EUA sobre Golfo Pérsico

>> Trump diz que 'está tudo bem' e que ainda avalia danos de ataque iraniano

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, confirmou que todos a bordo do Boeing 737, "passageiros e tripulantes", morreram no acidente com o Boeing 737. "Segundo as informações preliminares, todos os passageiros e membros da tripulação estão mortos", escreveu o presidente Zelensky no Facebook. "Nossa embaixada está a procura de informações sobre as circunstâncias desta tragédia e a lista de mortos", acrescentou Zelensky.Até o momento, a Ukraine International Airlines não emitiu qualquer comunicado sobre o acidente. A Boeing usou seu perfil no Twitter para afirmar que está ciente dos relatos e coletando mais informações. A imprensa iraniana revelou que o avião caiu nos arredores de Chahriar, a oeste de Teerã, e foi devorado pelas chamas. A Isna comunicou que 10 ambulâncias foram enviadas ao local do acidente.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

Companhias aéreas suspendem voos para Irã e Iraque

A companhia alemã Lufthansa anunciou, nesta quarta-feira (8), a suspensão "até nova ordem" de seus voos para Irã e Iraque, algumas horas depois dos ataques iranianos contra duas bases iraquianas usadas por soldados americanos. A Lufthansa também anulou um voo previsto, nesta quarta, no trajeto Frankfurt-Teerã, informou a companhia, acrescentando que o contorno das zonas aéreas iraniana e iraquiana terá "um impacto sobre a duração" de outros voos.

A companhia aérea franco-holandesa Air France-KLM também informou nesta quarta-feira que decidiu suspender todos os voos em espaço aéreo de Irã e Iraque, como medida preventiva. A decisão veio após o Irã lançar um ataque com mísseis contra bases aéreas utilizadas por tropas americanas no Iraque ontem à noite, em retaliação a um bombardeio dos EUA que matou o principal líder do Irã, no fim da semana passada. 




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM