Jornal do Commercio
Notícia
Suspeita

Jornal dos Estados Unidos mostra vídeo que aparenta mostrar míssil atingindo avião ucraniano

Aeronave caiu na última terça-feira e matou 176 pessoas

Publicado em 09/01/2020, às 20h31

Jornal enfatizou que comprovou veracidade do vídeo / Foto: Reprodução/Video
Jornal enfatizou que comprovou veracidade do vídeo
Foto: Reprodução/Video
JC Online

O jornal norte-americano "The New York Times" divulgou nesta quinta-feira (9) um vídeo que aparenta mostrar o exato momento em que o avião ucraniano, que caiu no Irã e matou 176 pessoas na última terça-feira, é atingido por um míssil. A publicação foi feita no Twitter do jornal, que afirma ter verificado o vídeo.

 Escute o podcast O Fato é sobre a crise do Irã

 

Segundo o The New York Times, o vídeo mostra que uma pequena explosão aconteceu quando o míssil atingiu o avião, mas a aeronave em si, em um primeiro momento, não explodiu: continuou voando por alguns minutos e virou na direção do aeroporto. Então continuou voando, em chamas, para o aeroporto antes de explodir e bater no solo, segundo mostram outros vídeos verificados pelo jornal.

>> Ucrânia pede a aliados 'provas' sobre avião que caiu no Irã

>> Irã diz que não faz sentido falar que mísseis derrubaram avião ucraniano

CANADÁ DIZ QUE HÁ EVIDÊNCIAS

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, afirmou nesta quinta-feira (9) que "há evidências" de que o Boeing 737 ucraniano que caiu após decolar de Teerã foi derrubado sem intenção pelo Irã.

Em coletiva de imprensa, o mandatário disse que uma investigação preliminar a qual teve acesso ontem à noite indica a "possível" causa da queda, mas que ainda é muito cedo para tirar conclusões sobre a responsabilidade pelo ocorrido. "Nós precisamos de uma investigação completa e com credibilidade", acrescentou.

Trudeau também afirmou que, por enquanto, o Irã não deseja entregar a caixa preta da aeronave. Segundo o primeiro-ministro canadense, porém, as autoridades iranianas indicaram ao presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenski, que liberarão o acesso para uma investigação.

"Vamos conversar com nossos parceiros internacionais, continuar as investigações e falar com o Irã sobre isso", declarou.

Ao ser questionado sobre uma possível responsabilidade também dos Estados Unidos pela queda da aeronave, Trudeau voltou a dizer que é muito cedo para tirar conclusões.

IRÃ PEDE QUE CANADÁ COMPARTILHE INFORMAÇÃO

O Irã solicitou ao Canadá que compartilhe sua informação sobre a queda do avião  ucraniano na região de Teerã, após a fala do primeiro-ministro canadense.



Em um comunicado sobre "certas colocações de cenários duvidosos", o ministério iraniano das Relações Exteriores pediu ao Canadá que "compartilhe" as informações com a comissão de investigação criada no Irã e convidou a Boeing, fabricante da aeronave, para "participar" do processo.

"A República Islâmica do Irã começou sua investigação para identificar a causa da queda deste avião, com base nos padrões internacionais e nas regulamentações" da aviação civil internacional.

O Irã "convida a Ucrânia, como proprietária do avião, e a Boeing, como fabricante do avião, a participar da investigação", acrescenta o comunicado do ministério.

Teerã disse estar disposto a integrar na investigação especialistas de todos os países que perderam cidadãos na tragédia.

No acidente morreram as 176 pessoas a bordo, principalmente canadenses de origem iraniana, mas também afegãos, britânicos, suecos e ucranianos.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, afirmou nesta quinta-feira que dispõe de informações de que o avião ucraniano foi "derrubado" por um míssil iraniano.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM