Jornal do Commercio
Notícia
TRANSPORTES

Uber anuncia encerramento de atividades na Colômbia após decisão judicial

Com a saída da plataforma do país, dois milhões de usuários e 88 mil motoristas serão afetados

Publicado em 14/01/2020, às 07h35

A Uber afirmou que a Colômbia é o primeiro país da América a fechar suas portas para a tecnologia / Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
A Uber afirmou que a Colômbia é o primeiro país da América a fechar suas portas para a tecnologia
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
JC Online

A Uber anunciou que encerrará suas atividades na Colômbia no final de janeiro de 2020. De acordo com a plataforma, uma ordem judicial considerada "arbitrária" pela empresa de caronas condenou a Uber, nos últimos dias de 2019, a interromper as operações após a justiça local considerar que a plataforma violava as regras de concorrência.

Por meio de nota, a Uber afirmou que a decisão é uma violação do seu direito ao devido processo legal, disse ainda que usará todas as vias legais para defender os direitos de dois milhões de usuários e 88 mil motoristas no país. A empresa também culpou a falta de regulamentação para aplicativos de transportes na Colômbia por sua saída.

>> Lei que dispõe sobre transporte por aplicativo é regulamentada no Recife

A plataforma afirmou ainda que a Colômbia é o primeiro país da América a fechar suas portas para a tecnologia. “A Uber foi a primeira empresa a oferecer ao país uma alternativa de mobilidade inovadora e confiável. Hoje, seis anos depois, a Colômbia é o primeiro país do continente a fechar suas portas para a tecnologia”, afirmou a empresa.

A empresa falou também que as regulamentações da Colômbia estão desatualizadas e podem ameaçar seu status do país andino como o segundo destino mais popular da região para investimentos empresariais. Dentro da América Latina, a Colômbia só perde para o Brasil neste ranking.



De acordo com o jornal 'El Colombiano', membros da empresa disseram que iniciaram um processo judicial contra a Colômbia por causa de o país ter violado o Tratado de Livre Comércio (TLC) com os Estados Unidos.

Regulamentação

Nessa segunda-feira (13), o governo colombiano anunciou que irá trabalhar em conjunto com o Congresso para apresentar uma regulamentação da atividade e das condições em que empresas poderão prestar serviços de transporte.

A ministra de Transporte, Ángela María Orozco, disse que a discussão será feita com todos os interessados para que neste tipo serviço as pessoas tenham condições mínimas de segurança.

>> Conheça as novas medidas de segurança para motoristas e usuários de Uber no Brasil

Uber Eats

Apesar do encerramento das operações da Uber no país, a plataforma Uber Eats enviou mensagem de texto aos seus usuários para afirmar que continuará operando na Colômbia. O comunicado aconteceu momentos depois da empresa anunciar que sairia definitivamente das terras colombianas.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM