Jornal do Commercio
Qual a sua opinião?

Enquete Conexão: Como você se desloca para o trabalho ou estudos?

Entre 2015 e 2017, o aporte do Governo de pernmabuco para o setor de transporte público(que movimenta mais de R$ 1 bilhão ao ano) subiu 35,3%

Publicado em 20/03/2018, às 10h41

Mas a avaliação dos usuários é unânime: o serviço continua sem qualidade para o preço que cobra / Foto: Divulgação
Mas a avaliação dos usuários é unânime: o serviço continua sem qualidade para o preço que cobra
Foto: Divulgação
JC Online

Entre 2015 e 2017, o aporte do Governo de pernmabuco para o setor de transporte público(que movimenta mais de R$ 1 bilhão ao ano) subiu 35,3%, passando de R$ 177,7 milhões para R$ 240,5 milhões. Mas a avaliação dos usuários é unânime: o serviço continua sem qualidade para o preço que cobra. 

Professor de engenharia civil da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Fernando Jordão defende que o primeiro passo para uma melhoria do serviço é concluir o processo de licitação, previsto em lei desde 1993. De sete lotes licitados, só dois foram contratados, em julho de 2013, os dos corredores de BRT Norte-Sul e Leste-Oeste. 



Os outros lotes (que representam 70% do serviço) chegaram a ser homologados, em maio de 2014, mas estão em estudo até hoje. Isso porque, com a mudança econômica, o valor a ser subsidiado pelo Estado ficaria inviável.

E o Conexão quer saber, qual transporte você utiliza?

Qual a sua opinião?

 

 


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM