Jornal do Commercio
Editorial
LIBERDADE PARA CRESCER

Editorial: MP da Liberdade Econômica é marco para empreendedorismo

A MP tem tudo para arejar a economia, reduzindo a pressão da burocracia e estimulando a produtividade

Publicado em 16/08/2019, às 06h58

Com a MP, inverte-se a lógica, enfim, do Estado tutor e tolhedor, em benefício da atividade empresarial / Foto: Pixabay
Com a MP, inverte-se a lógica, enfim, do Estado tutor e tolhedor, em benefício da atividade empresarial
Foto: Pixabay
JC Online

A ampliação da capacidade empreendedora é uma premissa do crescimento econômico e do desenvolvimento social dos povos numa sociedade democrática. Do lado avesso, vale considerar que o tolhimento dessa capacidade, mantido ao longo dos anos, contribui para inibir a plenitude do potencial criativo, impedindo a propagação de iniciativas que fomentam a atividade da economia. Imersa num caldo de inibição e obstáculos, a economia deixa de prosperar e dar seus frutos, entre os quais, a melhoria da qualidade de vida das pessoas, que só pode ser proporcionada num ambiente favorável à geração de negócios e postos de trabalho.

A aprovação da Medida Provisória da Liberdade Econômica, como tem sido chamada, pela Câmara dos Deputados, significa um importante marco para o empreendedorismo no Brasil. Que tem tudo para arejar a economia, reduzindo a pressão da burocracia e estimulando a produtividade, num País que sofre da profusão de teias burocráticas para quem quer abrir ou manter um negócio. Um País que padece, não por acaso, de baixa produtividade, em comparação com o resto do mundo – sem a base para sair da posição incômoda no fundo da lista do Banco Mundial sobre segurança para os negócios.

Liberdade para o crescimento

A liberdade para a economia é a liberdade para o crescimento. Com a visão correta de ampliação das condições de se empreender, as novas regras dizem respeito à liberação de entraves antigos. Entre as medidas aprovadas, o alvará de funcionamento não será mais solicitado a pequenas e médias empresas que apresentem atividades de baixo risco.



E mais: se os órgãos que conferem o alvará demorarem, a licença sai automaticamente.

Inverte-se a lógica, enfim, do Estado tutor e tolhedor, em benefício da atividade empresarial. Outra medida mexe com a plataforma digital de informações trabalhistas do e-Social, compreendida como muito detalhista. Será substituída por um modelo mais simples, com metade dos dados requeridos atualmente. Outro ponto de destaque é a possibilidade do trabalho aos domingos e feriados, estipulando que um a cada quatro domingos deve ser reservado ao descanso do funcionário. Desse modo, as relações entre empregadores e empregados é modernizada, atendendo a demandas de ambos os lados, e atingindo, especialmente, o público que se serve da atividade econômica.

Espera-se que a MP da Liberdade Econômica atravesse rapidamente o trâmite no Senado, a fim de que seu teor seja posto em prática o quanto antes. O engessamento da economia pela burocracia tem custado ao País muitos recursos, inclusive o capital humano bloqueado pelos burocratas. Empresas de todos os setores e portes tem sentido o efeito impeditivo há décadas. A expectativa positiva criada em torno da liberdade econômica proposta pelo atual governo é grande, porque se refere a um atraso histórico. Com 13 milhões de desempregados e um horizonte de Produto Interno Bruto baixo até o fim do ano, o Brasil precisa de um ambiente produtivo minimamente qualificado para vislumbrar o crescimento.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM