Jornal do Commercio
Editorial
DESEMPREGO

Editorial: A escalada do desalento no Brasil

Segundo o IBGE, um em cada quatro desempregados no Brasil procura emprego há mais de dois anos

Publicado em 19/08/2019, às 07h27

Dados do IBGE mostram o Nordeste como a região do desalento / Foto: Agência Brasil
Dados do IBGE mostram o Nordeste como a região do desalento
Foto: Agência Brasil
JC Online

A história se repete como tragédia e com uma cara fantasmagórica: o desemprego em alta escala, com suas filas que parecem intermináveis e sempre escandalosas quando feito o cotejo entre a quantidade de candidatos e candidatas e o número de vagas disponíveis. A proporção às vezes chega a uma vaga por mil candidatos, o que é um indicador insustentável em qualquer cenário econômico. Como é o caso agora, entre nós, quando o IBGE acrescenta um ingrediente que não chega a ser novo mas é sempre impactante: um em cada quatro desempregados no Brasil procura emprego há mais de dois anos.

Fica até difícil a tentativa de explicar e entender as condições de pessoas procurando um meio de sobrevivência durante dois anos ou mais, o que isso representa para quem procura e para quem delas depende para se alimentar, se vestir, usar transporte, estudar. É uma equação sem resolução e aí está a gravidade de um problema que transcende os números, tem um rosto e é tão assombroso quanto o que é mostrado nas grandes filas: o desalento como expressão dos que procuram, se oferecem, esperam penosamente, até chegar ao ponto em que não há mais o que esperar.



No momento em que se caracteriza essa condição de desalento, carregada de sentimentos negativos e de conotação sociológica, cabe perguntar o que resta: o fim da esperança ou o começo do rancor? Qualquer que seja a resposta, ficará pendente uma relação humana gravíssima e potencialmente explosiva. E é importante e inevitável lembrar que nossa Região, o Nordeste, parece sempre um território experimental para traçar linhas, gráficos, números que expressam o lado mais delicado da nação, a dificuldade da sobrevivência num quadro econômico em que não há produção suficiente para atrair mais mão de obra, nem riqueza distribuída proporcionalmente às carências de cada Estado.

O retrato da tragédia

Tempo houve em que essa desproporção era suprida por políticas públicas compensatórias, como foi por algum tempo com o Norte e Nordeste e seus regimes tributários de incentivos fiscais diferenciados trazendo para as duas regiões mais investimentos e mais empregos, sustando por algum tempo o fenômeno demográfico do êxodo para o Sudeste. Foi assim, não é mais, e o resultado é visível nos indicadores do IBGE, que desenham um mapa de dificuldades, com a repetição de um velho refrão, mostrando o Nordeste como a região do desalento: tem quase 3 milhões de pessoas nessa situação. 2,919 milhões de habitantes da região não procuravam emprego quando foi feita a pesquisa, por acreditar que não conseguiriam uma vaga. Eis o retrato da tragédia.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM