Jornal do Commercio
Artigo
PINGA-FOGO

Opinião: Nem todo homenageante merece irmã Dulce

Para prestigiar a canonização da beata conhecida como 'Dulce dos pobres', parlamentares brasileiros irão a Roma com tudo pago pelo contribuinte

Publicado em 08/10/2019, às 10h47

Irmã Dulce não ficava com o que recebia, repassava aos necessitados / Foto: Arquivo/CORREIO
Irmã Dulce não ficava com o que recebia, repassava aos necessitados
Foto: Arquivo/CORREIO
Igor Maciel, da coluna Pinga-Fogo

Entre as muitas histórias que se conhece sobre Irmã Dulce, a ser canonizada, no Vaticano, no próximo domingo, uma é que ela se sacrificava todas as noites dormindo sentada em uma cadeira, por causa de uma promessa. Sempre que alguém descobria seu fardo, querendo aliviar suas dores, lhe doava uma cama. Quando o doador ia visitá-la novamente, descobri-a dormindo novamente na cadeira. Irmã Dulce se referia ao local em que dormia como “cadeira missionária”. Dizia que sempre que alguém tinha pena dela por causa da cadeira, um pobre ganhava uma cama. Ela permanecia dormindo sentada e não ficava com o que recebia, repassava aos necessitados. Descansava quatro horas por noite e reclamava que gostaria de dormir menos pra trabalhar mais.



AVIÕES DA FAB

Esta semana, para prestigiar a canonização dela, parlamentares brasileiros irão a Roma, em três aviões da FAB, com salários pagos pelo contribuinte, hospedagem paga pelo contribuinte e até farão passeios, na segunda-feira, conhecendo alguns pontos turísticos, por conta do contribuinte. Eles não devem trabalhar no início da próxima semana e votações importantes podem atrasar por isso.
A conclusão é que Irmã Dulce merece todas as homenagens, mas, por enquanto, nem todo homenageante merece Irmã Dulce.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM