Jornal do Commercio
Editorial
UNIVERSIDADE

Editorial: Apaziguar ânimos é a grande tarefa do novo reitor da UFPE

A disputa ideológica deve dar vez a um debate profundo acerca da eficiência dos recursos públicos aplicados na instituição

Publicado em 14/10/2019, às 07h13

Nomeado na quinta-feira (10), Alfredo Gomes promete recuperar o ambiente de diálogo trincado pela radicalização / Foto: Bianca Sousa / JC Imagem
Nomeado na quinta-feira (10), Alfredo Gomes promete recuperar o ambiente de diálogo trincado pela radicalização
Foto: Bianca Sousa / JC Imagem
JC Online

O reitor escolhido pela comunidade acadêmica e referendado pelo presidente Jair Bolsonaro terá como primeira grande tarefa apaziguar os ânimos internos, focando na solução dos problemas que têm afetado o desempenho da UFPE nos últimos anos. Nomeado na quinta-feira (10), Alfredo Gomes promete recuperar o ambiente de diálogo trincado pela radicalização. O simples fato da confirmação da indicação, como nome preferido na lista tríplice enviada ao Planalto, foi um bom sinal do governo federal para a restauração do diálogo.

A conclamação da união é oportuna, portanto, aproveitando o momento de transição administrativa para buscar melhores condições de trabalho, ensino e pesquisa na UFPE. A disputa ideológica deve dar vez a um debate profundo acerca da eficiência dos recursos públicos aplicados na instituição. Por outro lado, o chamamento à inovação, da parte do novo reitor, mostra o olhar acurado na direção de uma necessidade que abarca toda a educação superior brasileira, pública ou privada.
Com mandato até 2023, Alfredo Gomes tem a chance de afinar o discurso com as demandas acadêmicas, em paralelo à implantação dos programas e diretrizes do Ministério da Educação. Após menos de um ano de governo, com troca de ministros e muita polêmica, o MEC precisa voltar a ter as universidades como aliadas, participantes ativas nas políticas em desenvolvimento para a educação no País.

A coesão da UFPE em torno do novo gestor foi destacada pelo reitor que está saindo, Anísio Brasileiro, que expressou igualmente a satisfação pela escolha do presidente da República, que acatou a decisão da comunidade acadêmica. Essa coesão é fundamental para o propósito da “articulação com a sociedade e o mundo produtivo”, nas palavras de Alfredo Gomes. O novo reitor criticou o isolamento da UFPE, e afirmou que vai trabalhar para resgatar o seu protagonismo. A articulação vai ser promovida em todos os níveis, de acordo com a disposição do novo dirigente da instituição. Para trazer mais recursos, a bancada de Pernambuco no Congresso será acionada.



Desafio de inovar

A ampliação das redes de influência e atuação se inscreve no desafio de inovar, sem tirar da mira as demandas por infraestrutura. Décima colocada no ranking das universidades da Folha de S. Paulo, a UFPE apresenta condições precárias de ensino e pesquisa em diversas áreas. Nos campus do Recife, Vitória de Santo Antão e Caruaru, que reúnem mais de 40 mil alunos, quase 3 mil professores e 4 mil técnicos, não faltam questões urgentes para o novo reitor.

Polo regional de produção e difusão de conhecimento, a UFPE ainda tem muito a aprender quando o assunto é inovação. Para tanto, pode seguir modelos vitoriosos na própria universidade, como o do Centro de Informática, que fez uso de parcerias para se diferenciar e exibir notáveis resultados.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM