Jornal do Commercio
ELEIÇÕES 2018

Paulo, Armando e Marília se queixam de atuação de Moro em batalha jurídica no TRF-4

Pré-candidatos ao governo do Estado, Paulo Câmara (PSB), Armando Monteiro Neto (PTB) e Marília Arraes (PT) se pronunciaram sobre atuação de Sérgio Moro

Publicado em 11/07/2018, às 14h28

O juiz federal Sérgio Moro atuou durante batalha jurídica pela soltura ou não do ex-presidente Lula (PT) / Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil
O juiz federal Sérgio Moro atuou durante batalha jurídica pela soltura ou não do ex-presidente Lula (PT)
Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil
Da Editoria de Política

Os principais pré-candidatos ao governo de Pernambuco se queixaram da atuação do juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato, durante a batalha jurídica pela soltura ou não do ex-presidente Lula (PT), no último domingo (8).

Subscrita pelo governador Paulo Câmara (PSB), uma carta organizada por governadores de esquerda e aliados de Lula faz duras críticas a Moro. “A condenação do presidente Lula se deu de forma contrária às leis brasileiras e à jurisprudência de nossas cortes superiores. A decisão condenatória foi proferida por magistrado desprovido de competência legal, cujas condutas têm revelado, reiteradamente, total ausência de imparcialidade. Basta lembrar da divulgação ilegal de diálogos telefônicos mantidos pelo presidente Lula”, afirma o documento.

“Agora, o mesmo magistrado, atipicamente, se insurgiu contra a decisão do desembargador de plantão, determinando às autoridades policiais que se abstivessem de cumpri-la. Essa atitude revela muito mais que zelo na condução dos processos submetidos à sua jurisdição: revela inaceitável parcialidade, além de desprezo pela organização hierárquica do Judiciário”, descreve ainda a carta dos governadores.



Oposição

Principal adversário de Paulo, o senador Armando Monteiro Neto (PTB) afirmou ao JC que a controvérsia sobre a prisão após a condenação em segunda instância gera muita insegurança do ponto de vista jurídico. “Me parece que ficou claro, na minha avaliação, que o Sérgio Moro exorbitou. Ele é um juiz de outro nível hierárquico. Ou seja, o Tribunal é o juízo de segundo grau. Portanto, ele se sobrepõe à posição do juiz de primeira instância. O fato é que isso tudo tem gerado uma imensa confusão”, avaliou o petebista.

Pré-candidata do PT ao governo do Estado, a vereadora do Recife Marília Arraes também emitiu uma nota com críticas a Moro. “A decisão do desembargador plantonista só poderia ser revogada por órgão colegiado do TRF e de forma alguma por uma decisão monocrática de um outro membro e muito menos por um juiz de primeira instância”, descreveu.


Recomendados para você


Comentários

Por LYRA,11/07/2018

Oi Maria, quem já viu algum meliante falar do que o outro roubou, se todos que formam essa grande quadrilha que é a podre politica nacional são todos iguais, ou seja, todos BANDIDOS da mais alta periculosidade e, esses três, poderiam deixar para falarem quando chegar a vez deles serem presos, principalmente o hoje principal chefe da quadrilha deixada e criada pelo BANDIDO morto Eduardo Campos 10%, juntamente com o Geraldo Julio, Tadeu Alencar e a VIÚVA QUE NÃO CHORA e, até pouco tempo, o tal Fernando Bezerra Coelho, que abandono-la para integrar a quadrilha do LADRÃO GERAL DA NAÇÃO, Temer.

Por maria,11/07/2018

Não vi nenhum dos três se queixarem da roubalheira que o PT fez no pais.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe
As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus
O JC preparou um hotsite especial em homenagem ao ator e diretor Jose Pimentel, o eterno Jesus Cristo do teatro pernambucano
Nordeste Renovável Nordeste Renovável
Com a força dos ventos e a incidência solar, o Nordeste desponta como oásis. Não só para o turismo, nem apenas no Litoral. Na geração de energia sustentável está a nova fonte de riqueza da Região, principalmente no interior

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM