Jornal do Commercio
DEBATE

Daciolo atribui feminicídios a ‘falta de amor’

''O grande problema que estamos vivendo hoje é a falta de amor'', disse

Publicado em 09/08/2018, às 23h57

Cabo Daciolo é presidenciável pelo Patriota / Kelly Fuzaro/Band
Cabo Daciolo é presidenciável pelo Patriota
Kelly Fuzaro/Band
Blog de Jamildo

No segundo bloco do debate realizado pela Band nesta quinta-feira (9), os candidatos foram questionados por jornalistas e caberia a outro postulante comentar a resposta do adversário. Ao ser perguntado sobre o feminicídio no País, o senador Álvaro Dias (Podemos-PR) falou sobre a violência em geral, não respondendo exatamente sobre esses crimes cometidos contra mulheres por questões de gênero, e atribuiu o problema da segurança. Veja o debate ao vivo.

“O grande problema que estamos vivendo hoje é a falta de amor”, disse o deputado federal Cabo Daciolo (Patriota-RJ).

“É consequência de um sistema de governança corrupto e incompetente”, afirmou Álvaro Dias.

Leia mais no Blog de Jamildo.


Palavras-chave


Comentários

Por Esdras,10/08/2018

No debate, o que vemos é a falta total de preparo. Só se salva Ciro. Álvaro Dias, que seria uma opção, é só demagogia.

Por Esdras,10/08/2018

No debate, o que vemos é a falta total de preparo. Só se salva Ciro. Álvaro Dias, que seria uma opção, é só demagogia.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM