Jornal do Commercio
Desistência

Bolsonaro decide não participar de novos debates

Se Bolsonaro participar de algum debate, segundo o presidente em exercício do PSL, será ''uma exceção''

Publicado em 23/08/2018, às 00h42

Bolsonaro participou dos dois primeiros debates entre presidenciáveis / Foto: NELSON ALMEIDA / AFP
Bolsonaro participou dos dois primeiros debates entre presidenciáveis
Foto: NELSON ALMEIDA / AFP
JC Online
Com informações do UOL

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, decidiu não participar dos próximos debates eleitorais. Ao portal UOL, o advogado Gustavo Bebianno, presidente em exercício do partido, afirmou que "será uma exceção" caso o presidenciável resolva participar de algum.

Em junho deste ano, Bolsonaro divulgou, em suas redes sociais, um vídeo no qual afirmava que estaria em todos os debates. "Debates compareceremos a todos, sim, podem ter certeza. Até porque estaremos levando propostas factíveis", disse o candidato.

'Não é estratégia'

"Não se trata nem de uma estratégia, se trata de uma constatação. Nós imaginávamos que, de alguma forma, esses debates pudessem acrescentar alguma coisa, mas são debates naqueles formatos antigos", disse Bebianno em entrevista ao UOL.



Jair Bolsonaro participou dos dois primeiros de debates, da Band e da RedeTV!, mas agora não considera produtivo participar da programação. "Vários rádios, televisões [convidam], eu fico honrado com isso, mas acredito que politicamente falando, tendo em visto a minha natureza, o que eu fiz ao longo de quatro anos, é mais produtivo para o nosso objetivo esse movimento que estamos fazendo aqui", declarou.

O próximo debate será promovido pela rádio Jovem Pan, na segunda-feira (27), a partir das 18h40.

Confira a agenda dos debates presidenciais:

27 de agosto (18h40) – Jovem Pan e Fórum Liberdade
9 de setembro (19h30) – TV Gazeta e Estadão
18 de setembro (10h) – Poder360, piauí e Youtube
20 de setembro (21h30) – TV Aparecida
26 de setembro (18h) – SBT, Folha e UOL
30 de setembro (22h) – TV Record
4 de outubro – Rede Globo



Comentários

Por Juca,23/08/2018

PASSA LÁ NO POSTO IPIRANGA! TIRIRICA TEM MAIS NEURÔNIOS QUE BOZONARO!

Por Luiz,23/08/2018

E aí Arley? Quais as propostas dos outros candidatos que você gostou (fale só sobre economia)? Eu achei muito boa a de tirar todo mundo do SPC!!! Ou, que tal a de " vamos investir na criação de empregos" . Propostas PROFUNDAS que só elas! KKKKKKKKKKKKK

Por O velhote,23/08/2018

Eu me acabo de rir quando alguem diz que nossa imprensa é de esquerda.... É Muita BURRICE. A imprensa que apoiou dois golpes de Estado, que explora durante vários dias um fato relacionado a alguem da esquerda, que deu voz a todos os anti-PT propagarem seus discursos de ódio, que agora atiram no PC do B, e PSOL.... hahahahaha... É ser muito retardado mesmo!

Por Pontes Jr,23/08/2018

Nunca tive tanta vergonha alheia como quando vi os debates com ele. O cara levar revés até de Marina? De Marina? huahuahauhauaha... Confesso que os debates pra mim não terão a mesma graça sem ele.

Por Observador,23/08/2018

Chega de passar tanta humilhação em rede nacional. Ele só não é mais idiota do que quem vê alguma qualidade nele. Alias, de besta ele não tem nada, tá manipulando direitinho os acéfalos reacionários com o discurso fácil sem proposta real.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM