Jornal do Commercio
ELEIÇÕES

Substituto de Lula, Haddad enfrenta o desconhecimento e o antipetismo

O PT anunciou, nesta terça (11), o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad como candidato ao Planalto, a menos de um mês para a eleição

Publicado em 12/09/2018, às 07h39

Fernando Haddad foi anunciado  como candidato do PT à presidência, com Manoela D'ávila (PCdoB) de vice / Foto: AFP
Fernando Haddad foi anunciado como candidato do PT à presidência, com Manoela D'ávila (PCdoB) de vice
Foto: AFP
Cássio Oliveira
coliveira@ne10.com.br

Após muita insistência em negar a possibilidade de um plano B caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fosse impedido de participar das eleições deste ano, o PT foi obrigado a trocar o postulante e anunciou, ontem, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad como candidato ao Planalto, a menos de um mês para a eleição. O limite para a troca foi estabelecido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na decisão que considerou Lula inelegível. O último recurso para esticar o prazo foi negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Manuela D’Ávila (PCdoB) é a vice.

Foram realizadas sete eleições presidenciais desde a redemocratização no Brasil. Em todas, o Partido dos Trabalhadores teve candidato. Em três oportunidades, saiu derrotado (1989, 1994 e 1998), mas ficou em segundo. Nas outras quatro, elegeu o presidente (2002, 2006, 2010 e 2014). Agora, porém, vive um novo ciclo.

Haddad não enfrenta somente o desconhecimento do eleitor de Lula. Também é candidato de um partido que, de exemplo de honestidade, passou à vala comum da corrupção. Mas o grande desafio é se tornar de fato o herdeiro dos votos do ex-presidente, condenado em processo da Lava Jato e preso em Curitiba.

Lula apareceu liderando desde o início as pesquisas de intenção de voto. Em 22 de agosto, ainda autorizado a fazer campanha, despontava com folga no levantamento Datafolha ao apresentar 39% das intenções de voto. O atual líder, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), tinha 20 pontos percentuais a menos.

Desde então, muita coisa mudou. Lula foi definitivamente substituído nas pesquisas por Haddad, Bolsonaro foi esfaqueado durante ato de campanha, os guias eleitorais começaram, Ciro Gomes (PDT) começou a crescer e Marina Silva (Rede) iniciou trajetória descendente.

Neste novo cenário, o PT viu seu novo candidato saltar de 4% para 9% das intenções de voto na pesquisa do Datafolha, divulgada na última segunda, crescendo especialmente entre eleitores mulheres, com menor nível de escolaridade e de renda e residentes fora do Sudeste. Está tecnicamente empatado com Ciro (13%), Marina (11%) e Geraldo Alckmin (PSDB, 10%). Entrou definitivamente no páreo para ir ao segundo turno.



O cientista político Antônio Lavareda lembra que há obstáculos até o dia da votação, em 7 de outubro. “A campanha é curta, e o nível de desconhecimento ainda é muito alto. Os eleitores ainda não sabem que ele será apoiado por Lula, principalmente entre os mais pobres, onde reside a principal base de apoio lulista. Uma dificuldade adicional é a atualização do trabalho da Lava Jato e da Justiça em geral, que têm focado com novas revelações ora sobre Lula ora sobre o próprio Haddad.”

Desde 22 de agosto, ex-prefeito de São Paulo virou réu em processo de improbidade administrativa que corre na Justiça paulista, caso relacionado a obras da prefeitura. Entre as punições possíveis estão o pagamento de multa e a suspensão dos direitos políticos.

Lavareda analisa, porém, que a transferência de votos já vem acontecendo. “Nessa última pesquisa, isso é demonstrado pelo avanço de Haddad, que mais que triplicou suas intenções de voto no Nordeste e duplicou no Brasil. E também pelo declínio concomitante de Marina Silva, que caiu em todas as regiões. É difícil imaginar que o ex-prefeito paulistano não atinja o patamar de 20% dos votos válidos. O quanto poderá superar essa marca é uma outra questão, que dependerá dos rumos e da qualidade de sua campanha”, disse.

EFEITO CIRO

Além de desconhecido, Haddad enfrenta um cenário de crescimento do ex-governador do Ceará Ciro Gomes. Assim como o petista, Ciro cresceu no Datafolha, liderando a disputa no Nordeste, com 20% das intenções de voto, contra 14% de Bolsonaro e 13% do substituto de Lula. Na visão do consultor de marketing e professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV) João Ricardo da Matta, a estratégia do PT de manter Lula até o limite foi arriscada. “Os rincões do Brasil são um problema para Haddad. Ele não tem diálogo popular como Lula e nessa altura não poderá fazer a caravana que Dilma (Rousseff) fez. Outro problema dele é a falta de clareza do segundo lugar na disputa. A esquerda pode decidir pelo voto útil. Nessa questão, Ciro tem discurso com aderência e uma fala que chega no povo do Norte/Nordeste”, disse. A origem de Haddad é na academia paulista, como professor de ciência política da USP.

Contra Ciro, pesa a máquina do PT com candidatos competitivos a governos estaduais no Nordeste e com movimentos sociais como o MST. Haddad tem os palanques, por exemplo, de Paulo Câmara (PSB – Pernambuco), Renan Filho (MDB – Alagoas), Rui Costa (PT – Bahia ), Flávio Dino (PCdoB – Maranhão) , Wellington Dias (PT – Piauí), Fátima Bezerra (PT – Rio Grande do Norte) e Valadares Filho (PSB – Sergipe). Todos liderando.

Para João Matta, o sentimento de antipetismo ainda pode influenciar na campanha. “Temos quatro candidatos embolados e o sentimento antipetista, que é um sentimento real. Não à toa Bolsonaro está onde está. Pode acontecer de carrearem alguns votos. Por exemplo, alguns eleitores podem não enxergar Bolsonaro com chance de vencer no segundo turno. Então, sem chance de vencer no primeiro turno, o caminho antipetista pode levar votos a Alckmin ou a Ciro. Alguém de esquerda que não quer o PT pode enxergar Ciro como uma bandeira alternativa e como a opção de voto útil para vencer um candidato da direita”, projetou.



Comentários

Por Antonio Gomes,13/09/2018

Não esqueçam, que o melhor candidato a Presidência da República é: 17. Brasil acima de tudo, Deus acima de todos.

Por RAMOS ,12/09/2018

HADDAD É UM PERIGO PARA O BRASIL,NÃO VOTE ESSE CARA ,SIM ELE TAMBÉM ESTÁ COM PROBLEMAS NA JUSTIÇA É MAIS UM BANDIDO A SER PRESO.

Por ramos,12/09/2018

mentiraaaa,não acreditem em datafolha,ibop,globo e outros que pertencem a globo bolsonaro 45,6 bem pertinho de conquistar o 1 turno e pronto.

Por gustavo silva ,12/09/2018

vcs sao e muito idiotas tão cuspindo no prato que comeu. vcs estão pensando em sigla, oq vcs tem que realmente olha e a pessoa pois assim como a sigla de lula todas outra não presta, todo errarão com seus estado e municípios, nem um presta. acho sim que haddad e a melhor opção para gerir o brasil. não falo pela sigla e sim pela pessoa pesem nisso

Por WELLINGTON NOGUEIRA DA COSTA,12/09/2018

ESTES ESTUDIOSOS DO CENÁRIO POLÍTICO ELEITORAL BRASILEIRO ! ! ! SE ESQUECEM DE ALGUNS DETALHES MUITO IMPORTANTES EM RELAÇÃO AO EX-PREFEITO DA CIDADE DE SÃO PAULO FERNANDO HADDAD(PT -$P) !!! O QUE JÁ SE TORNOU (RÉU) EM DENUNCIA ACEITA PELO MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL (MP-SP) PELO CRIME DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA NA QUAL SOBRE SUA (ADMINISTRAÇÃO) "SUMIRAM" DOS COFRES DA PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO O VALOR DE ( R$ 5,2 MILHÕES ) DE REAIS QUE DIZEM TEREM SIDOS UTILIZADOS NA CONSTRUÇÃO DAS (CICLO-FAIXAS PARA CICLISTAS) NA CIDADE DE SÃO PAULO -SP ! ! ! HÁ UMA OUTRA (AÇÃO -PENAL) NA QUAL O EX-PREFEITO DA CIDADE DE SÃO PAULO FERNANDO HADDAD(PT-$P) ESTA DENUNCIADO POR (ENRIQUECIMENTO-ILÍCITO ) COM UM VALOR DE CONTA BANCARIA DE ( R$ 15 MILHÕES) DE REAIS ! ! ! HÁ UMA (AÇÃO -PENAL) CONTRA O EX-PREFEITO DA CIDADE DE SÃO PAULO FERANDO HADDAD(PT-$P) QUE ORIGINOU-SE APOS INVESTIGAÇÃO DA POLICIA FEDERAL(PF) E O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL (MPF) QUE RESULTARAM NA OPERAÇÃO (PATMUS) NA QUAL O EX-PREFEITO DA CIDADE DE SÃO PAULO É ACUSADO DE TER RECEBIDO O VALOR DE ( R$ 2 MILHÕES ) DE REAIS ! ! ! PARA UTILIZAR NA CONSTRUÇÃO DE SUA CAMPANHA POLÍTICA PARA PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO NO ANO DE (2012) ! ! ! PORTANTO A MUITAS (INVESTIGAÇÕES) QUE ESTÃO CORRENDO EM TORNO DO EX-PREFEITO DA CIDADE DE SÃO PAULO FERNANDO HADDAD(PT-$P) QUE DEIXOU A PREFEITURA COM MAIOR ORÇAMENTO ENTRE AS PREFEITURAS MUNICIPAIS DO PAÍS COM UM ÍNDICE (NEGATIVO) DE ( 98 % POR CENTO DE REJEIÇÃO ) OU SEJA DE "DESAPROVAÇÃO" AO SEU TRABALHO ENQUANTO PREFEITO ! ! ! PORTANTO TRATA-SE DE UM (NOVO-POSTE-ELEITORAL) DE LULA(PT /) QUE TINHA MUITAS OUTRAS (OPÇÕES) COM MAIS EXPERIENCIA E ÍNDICES DE ADMINISTRAÇÃO MELHORES DO QUE FERNANDO HADDAD(PT-$P) NO QUAL EM RECENTES (PESQUISAS) DE VÁRIOS DESTES INSTITUTOS DE PESQUISA ELEITORAL ! ! ! (39 % POR CENTO ) DOS ELEITORES DO ( PT ) DISSERAM QUE NÃO VOTARIAM EM FERNANDO HADDAD(PT-$P) INCLUSIVE "MIGRANDO" PARA VOTAR EM OUTROS (CANDIDATOS) ! ! ! POIS NÃO ENXERGAM EM FERNANDO HADDAD(PT -$P) EXPERIENCIA,SABEDORIA,COMPETÊNCIA PARA SEGUIR COMO CANDIDATO COM POTENCIAL DE DISPUTAR E OCUPAR AO MANDATO DE PRESIDENTE DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ! ! ! TANTO QUE EM MAIS DE ( 40-ANOS) DE REALIZAÇÃO DE ELEIÇÕES PARA PREFEITO DA CIDADE DE SÃO PAULO E QUE PRESTE MUITO BEM ATENÇÃO TODOS OS ELEITORES "NUNCA" HAVIA DITO UMA (VITORIA) DE CANDIDATO EM ( 1º PRIMEIRO-TURNO) E ACABOU POR ACONTECER NAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS DO ANO DE (2016) ! ! ! COM VITORIA DO CANDIDATO JOÃO DORIA(PSDB-SP) NO (1º PRIMEIRO-TURNO) ALGO (INÉDITO) NA HISTORIA DAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS DA CIDADE DE SÃO PAULO -SP E O (DERROTADO) ERA O FERNANDO HADDAD(PT-$P) QUE ERA O PREFEITO À ÉPOCA COM (98 % POR CENTO) DE REJEIÇÃO ! ! !



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM