Jornal do Commercio
SÃO PAULO

Hospital diz que cirurgia de Bolsonaro foi bem-sucedida

O candidato passou por procedimento cirúrgico após tomografia identificar uma aderência obstruindo o intestino delgado

Publicado em 13/09/2018, às 00h53

A cirurgia terminou por volta das 23h30 desta quarta-feira (12) / @FlavioBolsonaro via Twitter
A cirurgia terminou por volta das 23h30 desta quarta-feira (12)
@FlavioBolsonaro via Twitter
JC Online e Estadão Conteúdo

A assessoria de imprensa do Hospital Albert Einstein informou que a cirurgia a que foi submetido o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) terminou no fim da noite desta quarta-feira (12) e foi bem-sucedida. Segundo o hospital, outros detalhes serão divulgados no boletim médico da manhã, às 10h desta quinta-feira (13).

O candidato apresentou "distensão abdominal progressiva e náuseas", informou a unidade de saúde. O tratamento cirúrgico foi indicado após uma tomografia de abdômen evidenciar a presença de aderência obstruindo o intestino delgado.

No Twitter, o um dos filhos do candidato, Flávio Bolsonaro, afirmou que cirurgia de emergência acabou bem e que seu pai "está pagando um preço muito alto por querer resgatar o Brasil".



No começo da noite, o hospital havia divulgado um outro boletim informando que Bolsonaro continuava internado na unidade semi-intensiva. No boletim desta manhã, a unidade de saúde afirmou que a alimentação oral foi suspensa por causa do surgimento de uma distensão abdominal (inchaço do abdômen provocado por ar e que é consequência da redução do movimento do intestino).

O ataque

Bolsonaro foi esfaqueado na última quinta-feira (6) durante evento de campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais. O autor do ataque, Adélio Bispo de Oliveira, foi preso pela Polícia Militar da cidade. No sábado (8), ele foi transferido, para a penitenciária federal de segurança máxima de Campo Grande, no Mato Grosso.

O candidato foi transferido para o Hospital Albert Einstein na sexta-feira (7). Ele saiu da Santa Casa de Juiz de Fora, onde recebeu os primeiros atendimentos após a facada, e passou por cirurgia.


Palavras-chave


Comentários

Por Bolsoasno,13/09/2018

Resta a duvida se algum medico será capaz de cortar a ligação do intestino com o cérebro. Isso diminuiria sensivelmente suas ideias fecais.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM