Jornal do Commercio
CANDIDATURA DO PT

PSOL oficializa apoio a Haddad no segundo turno

Segundo o texto da Executiva Nacional, a disputa com Bolsonaro se caracteriza como ''a continuidade da luta contra o fascismo e o golpe''

Publicado em 08/10/2018, às 20h19

No domingo (7), Boulos já havia declarado apoio à Haddad  / Foto: DANIEL RAMALHO / AFP
No domingo (7), Boulos já havia declarado apoio à Haddad
Foto: DANIEL RAMALHO / AFP
Estadão Conteúdo

A executiva nacional do PSOL oficializou, nesta segunda-feira (8), o apoio à candidatura de Fernando Haddad (PT) no segundo turno da eleição presidencial deste ano. Segundo o texto, a disputa com Jair Bolsonaro (PSL) se caracteriza como "a continuidade da luta contra o fascismo e o golpe".

"O PSOL compreende que a luta para derrotar Bolsonaro no 2º turno é para defender e ampliar direitos e não para negociá-los. Seguiremos enfrentando privilégios e lutando para que o povo ocupe o centro das decisões. Só assim será possível garantir um ciclo de esperança, justiça, igualdade e soberania no Brasil", diz o texto da nota.



Guilherme Boulos

No domingo (7), o candidato do partido ao Palácio do Planalto, Guilherme Boulos, já havia declarado apoio à Haddad em mensagem no Twitter. "Fizemos uma campanha de cabeça erguida e plantamos sementes para o futuro. Agora estaremos nas ruas para derrotar o fascismo e eleger quem representa a democracia no segundo turno: Fernando Haddad. #EleNao", afirma a mensagem.





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM