Jornal do Commercio
CANDIDATO

Haddad conta que visitou Joaquim Barbosa

O presidenciável afirmou que visitou na quarta-feira (10) o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa, filiado ao PSB

Publicado em 11/10/2018, às 20h35

Haddad não respondeu se Joaquim Barbosa poderia ser ministro em um eventual governo petista / Foto: Mauro Pimentel/AFP
Haddad não respondeu se Joaquim Barbosa poderia ser ministro em um eventual governo petista
Foto: Mauro Pimentel/AFP
Estadão Conteúdo

O presidenciável Fernando Haddad (PT) afirmou nesta quinta-feira (11) em entrevista à rádio CBN, que visitou na quarta-feira (10) o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa, filiado ao PSB, e que "é bom ir se aproximando" do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, cacique do PSDB.

"O bom é ir se aproximando para construir o entendimento sobre o que seria isso, para ficar claro do que se trata", disse Haddad, ao ser perguntado se gostaria de ter o apoio de FHC.

"Visitei o Joaquim Barbosa não por outra razão. Quero escolher os melhores quadros e propostas para aprimorar o combate à corrupção no Brasil". Haddad garantiu que a Lava Jato vai continuar, assim como a Polícia Federal, o Ministério Público e o poder Judiciário.



Haddad não respondeu se Joaquim Barbosa poderia ser ministro em um eventual governo petista, mas disse que ele pode ajudar o País "de muitas formas, não necessariamente participando da vida pública."

Aborto

O candidato do PT disse ainda que se comprometeu com os pontos defendidos por bispos em reunião na Confederação Nacional dos Bispos Brasileiros (CNBB). Entre eles, está a posição contra a legalização do aborto.

Ao falar do compromisso, Haddad citou que o proposta defendida pela CNBB é "pela vida". "Eu firmei esses compromissos com a CNBB hoje", disse o candidato.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM